perspectivas

Quinta-feira, 8 Outubro 2009

O superlativo absoluto simples do politicamente correcto

O Luís Fazenda, dirigente do Bloco de Esquerda, no início da sua intervenção no debate da Fatinha (Prós e Contras) último:

— “Boa noite a todos e a todas!”

Para se compreender esta dissonância cognitiva, ler este postal sobre o desconstrucionismo de Derrida. Talvez o Luís Fazenda pudesse ter simplificado a coisa e dito “boa noite a toda a gente”; “gente” é feminino e por isso fica bem; e poupava tempo e sobretudo a nossa paciência.

3 comentários »

  1. Sugestão: «Boa noite a tod’s!»

    Gostar

    Comentar por Henrique — Quinta-feira, 8 Outubro 2009 @ 1:57 pm | Responder

  2. A nível escrito o Bloco já resolveu esse assunto com um “Boa noite a tod@s!”.
    Curiosamente, tenho um professor na faculdade que nos emails que envia aos alunos costuma dizer “Car@s alun@s”.

    Gostar

    Comentar por O Reaccionário — Quinta-feira, 8 Outubro 2009 @ 6:14 pm | Responder

  3. Caro Reaccionário: a utilização do arroba (@)não é inocente: implica a neutralidade de género — marxismo cultural puro e duro! Os tipos sabem umas coisas de semiótica.

    Gostar

    Comentar por O. Braga — Quinta-feira, 8 Outubro 2009 @ 6:27 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: