perspectivas

Segunda-feira, 18 Agosto 2014

Fernando Pessoa escrito segundo a novilíngua brasileira

Filed under: acordo ortográfico — O. Braga @ 7:44 pm
Tags: ,

 

“Depois qe as últimas xuvas deixaram o séu e ficaram na terra — séu limpo, terra úmida e espelhenta — a clareza maior da vida qe com o azul voltou ao alto, e na frescura de ter avido água se alegrou em baixo, deixou um séu próprio nas almas, uma frescura sua nos corasões.

Somos, por pouco qe o qeiramos, servos da ora e das suas cores e formas, súditos do séu e da terra. Aqele de nós qe mais se embrenhe em si mesmo, desprezando o qe o serca, esse mesmo se não embrenha pelos mesmos caminhos quando xove do qe quando o séu está bom. Obscuras transmutasões, sentidas talvez só no íntimo dos sentimentos abstratos, se operam porqe xove ou deixou de xover, se sentem sem qe se sintam porqe sem sentir o tempo se sentiu.

Cada um de nós é vários, é muitos, é uma prolixidade de si mesmos. Por isso, aqele qe despreza o ambiente não é o mesmo qe dele se alegra ou padece. Na vasta colónia do nosso ser á gente de muitas espécies, pensando e sentindo diferentemente. Neste mesmo momento, em qe escrevo, num intervalo legítimo do trabalho oje escaso, estas poucas palavras de impresão, sou o qe as escreve atentamente, sou o qe está contente de não ter nesta ora de trabalhar, sou o qe está vendo o séu lá fora, invizível de aqi, sou o qe está pensando isto tudo, sou o qe sente o corpo contente e as mãos ainda vagamente frias. E todo este mundo meu de gente entre si alheia projeta, como uma multidão diversa mas compacta, uma sombra única — este corpo qieto e escrevente com qe reclino, de pé, contra a secretária alta do Borges onde vim buscar o meu mata borrão, qe lhe emprestara.”

— Fernando Pessoa, “Livro do Desassossego”


Agora pergunto: um cidadão que necessita que a língua seja “simplificada” para aprender a ler e a escrever, ¿irá entender minimamente o que Fernando Pessoa escreveu?! Vem daqui a resposta:

“Quando algumas dessas regras forem simplificadas, haverá uma economia de tempo (250 horas-aula) e dinheiro (R$ 2 biliões por ano) e um aprendizado mais eficaz e prazeroso. Pode-se prever uma forte redução nos índices de analfabetismo e na taxa de rejeição ao estudo da língua, simultaneamente fortalecendo a inclusão social. E mais: a quantidade de cidadãos plenamente alfabetizados (capazes de ler e produzir textos mais profundos) pode ser multiplicada por dois, três, quatro ou cinco.

Isso significa dizer que na mesma proporção crescerá o número de leitores e autores, permitindo uma produção literária, intelectual e científica jamais vista, criando saber e riqueza suficientes para colocar estrategicamente nossos povos e países em estágio muito superior de respeito e influência internacionais.”

Ernani Pimentel (professor e presidente do Centro de Estudos Linguísticos da Língua Portuguesa no Brasil)

¿Alguém acredita nisso?!

2 comentários »

  1. O mundo ficou louco.

    Gostar

    Comentar por Cátia Silva — Terça-feira, 19 Agosto 2014 @ 2:15 pm | Responder

  2. Permita-me corrigir o primeiro parágrafo:

    Depoij ce az últimaj xuvaj deixárãu u séu i ficárãu na terra — séu limpu, terra úmida e espelhenta — a clareza maior da vida ce cõ u azul voltou au áltu, i na frejcura de ter avido água se alegrou em baixo, deixou um séu própriu naz almaz, uma frejcura sua noj corasõej.

    Este é o resultado de se ter deixado abertas as portas dos manicómios brasileiros. Ou então é um caso de polícia ou de saúde pública – o produto “snifado” ou “chutado” pelo Pimentel é de tal ordem que todos os lusófonos se arriscam a ficar variados dos miolos. E os que não ficarem enfrentam uma poluição intelectual que provoca insanidade.

    Gostar

    Comentar por Jorge Pinheiro — Quarta-feira, 20 Agosto 2014 @ 1:07 am | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: