perspectivas

Quarta-feira, 2 Janeiro 2013

Os “Violinos de Chopin” e o Acordo Ortográfico

Filed under: acordo ortográfico — O. Braga @ 9:14 pm
Tags: ,

«Torna-se imperativo o reconhecimento oficial de que a única ortografia que está em vigor em Portugal é a que já vigorava antes das desastrosas pantominas que foram empreendidas pelo Governo Sócrates.»

via «O cadáver adiado» [Vasco Graça Moura, "DN", 02.01.13] – ILC contra o Acordo Ortográfico.

os violinos de chopin santana lopes web

Vasco Graça Moura tem a memória curta: quem assinou este Acordo Ortográfico, em 1990, foi um certo Secretário-de-estado da Cultura que afirmou um dia na televisão que “adorava ouvir os violinos de Chopin”.

Acontece que esse secretário-de-estado é do partido político de Vasco Graça Moura. Portanto, se um secretário-de-estado da cultura diz que “a música de Chopin tem violinos”, não admira que os portugueses tenham que aturar a cultura política portuguesa traduzida neste Acordo Ortográfico.

1 Comentário »

  1. […] imagem abaixo foi picada no Facebook. Vemos como Santana Lopes (SL), o governante que assinou o Acordo Ortográfico no tempo das “santanetes” brasileiras e dos violi…, compara o “facto” com “fato” (que, segundo ele, pretendem ter o mesmo significado, e são […]

    Gostar

    Pingback por A indigência intelectual de Santana Lopes e o Acordo Ortográfico « perspectivas — Quinta-feira, 14 Fevereiro 2013 @ 6:09 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: