perspectivas

Sábado, 28 Julho 2012

Fechem as SCUT !

Filed under: A vida custa,economia,Passos Coelho,Pernalonga,Política,Portugal — O. Braga @ 12:52 pm
Tags: ,

As PPP — (Parcerias Público-privadas) custarão ao Estado (ou melhor: custam a todos nós, portugueses) a partir de 2012, cerca de mil milhões de Euros por ano. Isto significa que se o Estado não “entrar” com mil milhões de Euros / ano, muitas das PPP’s não podem sobreviver.

O que se passa é que o Estado português está, em muitos casos e por exemplo no caso das autoestradas SCUT, a chular o povo para meter o dinheiro no bolso de meia dúzia de empresas privadas. No caso das SCUT’s, a lógica é a seguinte: se as autoestradas dão prejuízo por falta de utentes, então o Estado cobre esses prejuízos das empresas privadas que exploram as SCUT’s à custa do dinheiro dos impostos dos portugueses.

Portanto, a solução é fechar as SCUT’s.

E o dinheiro que o Estado poupa no [autêntico] subsídio às empresas privadas que exploram as SCUT pode ser utilizado para ir melhorando, paulatinamente e segundo uma hierarquia de prioridades, a rede rodoviária nacional sem custos para o utente.

Em alternativa, os proprietários das SCUT são livres de colocar a portagem a 10 Euros por quilómetro (ou coisa que o valha), o que na prática vai dar no mesmo: as SCUT fecham. É o [verdadeiro] mercado a funcionar.

Quinta-feira, 21 Outubro 2010

Osama Bin Laden opina sobre as portagens nas SCUTs

Filed under: A vida custa,cascais em linha,economia,josé sócrates,Política — O. Braga @ 10:22 pm
Tags: ,

(more…)

Terça-feira, 22 Junho 2010

José Sócrates castiga o norte de Portugal

Filed under: josé sócrates — O. Braga @ 9:31 pm
Tags: , , , ,

O norte de Portugal sempre foi irreverente e cioso de liberdade. Vem daí a obsessão socratina em castigar selectivamente o norte com a cobrança das SCUTS.

Terça-feira, 27 Abril 2010

Os chips socialistas nas chapas de matrícula e a prisão pan-óptica

O avô do socialismo, o filósofo utilitarista Jeremy Bentham, imaginou em finais do século XVIII uma prisão que seria vigiada e controlada a partir de qualquer lugar e a todo o momento. Bentham chamou a esse conceito de vigilância permanente de “pan-óptica” (do inglês panopticon).
(more…)

Sexta-feira, 26 Setembro 2008

Sentimento anti-lisboeta

Filed under: Portugal — O. Braga @ 1:58 pm
Tags: , , , , ,

Quando me dizem que o Miguel Sousa Tavares é portista, sinto-me incomodado porque sei que ele de portista não tem nada: o MST é do contra, é intrinsecamente do reviralho, e portanto, deu-lhe para ser portista como lhe poderia ter dado para ser iberista ou para ser defensor do califado. Vivendo desde sempre na Lisboa do maniqueísmo sportinguista e benfiquista, o seu instinto de reviralho escolheu o portismo, mas isso aconteceu por mero acaso.

O MST defendeu na TVI a ideia de que a Via do Infante (que é uma SCUT) não deveria debitar portagens porque ele tem um poiso de veraneio no Algarve, mas que as SCUTS do norte litoral ― o Grande Porto tem um rendimento per capita de 58% do rendimento lisboeta ― já devem debitar portagens, até porque ele nem as conhece. Naturalmente que o MST é contra a regionalização do país, e é a favor do “casamento” gay ― mas (pasme-se!) já é contra a adopção de crianças por duplas de gays, como se o casamento não implicasse automaticamente a possibilidade de adopção de crianças.

Sempre que o MST abre a boca no jornal da TVI acontece algum atentado contra a Lógica, e o pior é que centenas de milhar de pessoas ouvem as incoerências sistemáticas desse senhor. E quanto mais gente como ele fala nos me®dia controlados pela indústria cultural da capital-do-Império-que-já-não-existe, mais cresce em mim um sentimento anti-lisboeta (e não estou só).

%d bloggers like this: