perspectivas

Quarta-feira, 5 Novembro 2008

O povo da Califórnia anula decisão judicial que permitiu o “casamento” gay

Em referendo realizado ontem, o povo da Califórnia disse aos juízes para se meterem nos tribunais e deixarem de fazer acção política: o “casamento” gay decretado “legal” por juízes há meia dúzia de meses atrás, foi anulado pela maioria do povo da Califórnia que manteve o casamento como sendo exclusivamente entre um homem e uma mulher, o que significa que todos os “casamentos” gay desde então realizados não têm qualquer valor legal.

Segunda-feira, 4 Agosto 2008

O que está por detrás do “casamento” gay?

O que vem depois do “casamento” gay? Tudo o que possamos imaginar.

Neste artigo assinado pela activista política “gay” Nancy Polikoff, antevemos o que vai acontecer se o “casamento” gay se estabelecer legalmente nos Estados Unidos. Polikoff defende que os direitos do casamento devem ser estendidos não só aos casados ― hetero ou homo ― mas a um leque mais alargado de pessoas. Por exemplo: gente que “vive junto” e que não assumiu uma união-de-facto por desconhecimento da lei; para estas pessoas, Polikoff defende que a união-de-facto deve ser assumida pela lei de uma forma automática, sem necessidade de os interessados solicitarem o estatuto de união-de-facto. Pergunto: Como é que isto é possível senão numa ditadura sob a capa de “democracia”? E se o casal não quiser a união-de-facto?

Outro exemplo: nos Estados Unidos (como cá) uma mulher que não tem o direito a exigir uma indemnização pela morte do seu noivo num acidente ― porque não são casados, obviamente. Segundo Polikoff, alguém nessas condições deveria ter esse direito. Bom, abre-se a caixa-de-pandora. E porque não o direito de uma mulher ser indemnizada pela morte do namorado que conheceu ontem na discoteca?
(more…)

Quinta-feira, 17 Julho 2008

Californians cleared to vote on same-sex “marriage” ban

The California Supreme Court has cleared the way for Californians to vote in November on whether to ban same-sex marriages in the state. The court on Wednesday denied a petition to remove the initiative from the state’s general election ballots. The unanimous decision was handed down without elaboration.

Californians cleared to vote on same-sex marriage ban | Alternative News Sources.

Sexta-feira, 4 Julho 2008

Mini-fisking

Filed under: politicamente correcto — O. Braga @ 8:27 pm
Tags:

Firstly, it is not equal to allow heterosexual couples the benefits of marriage, while same-sex couples enjoy only a fraction of the rights, as dictated by their respective states.

I think you have a good point here. Marriage should be for all, and not for a particular discriminated people. Sisters should marry their brothers. An uncle should be allowed to marry his adult niece. Even a father should be able to marry his grown up daughter. Marriage should be for all, including the Mormons and Islamic guys who have several wives. Polyamory should also not be a taboo.

The supreme taboo allowed should be the existence of any taboo. It is a matter of economics: if you have only a taboo, you would not spend your resources dealing with a lot of them.

(more…)

Segunda-feira, 10 Março 2008

A esquerda e Habermas

A esquerda reclama Habermas a todo o transe. A ideia de que todas as normas sociais (moral), assim como toda a verdade, devem ser postas sistematicamente em causa e analisadas de modo crítico, só se aplica se as normas morais tiverem origem religiosa. Seguindo Habermas, a esquerda defende a ideia de que nenhuma verdade é definitivamente adquirida senão a verdade que insulte as convicções religiosas da maioria. A ética da tolerância e de livre comunicação entre cidadãos, made by Habermas, é aquela que manipula a ciência em nome da Utopia Negativa.


“The results of more than a century of anthropological research on households, kinship relationships, and families, across cultures and through time, provide no support whatsoever for the view that either civilization or viable social orders depend upon marriage as an exclusively heterosexual institution. Rather, anthropological research supports the conclusion that a vast array of family types, including families built upon same-sex partnerships, can contribute to stable and humane societies.”

Gostava de saber onde os antropologistas americanos alguma vez se depararam com uma “sociedade viável” onde o casamento entre pessoas do mesmo sexo parisse gente que tornasse viável o futuro dessa mesma sociedade. No entanto, é esta a verdade científica inquestionável, que a esquerda que idolatra Habermas dá graças à verdade “científica” definitivamente adquirida.

%d bloggers like this: