perspectivas

Domingo, 2 Outubro 2016

O Frei Bento Domingues e o Padre Pio de Pietrelcina

 

Quem ler o que o Frei Bento Domingues escreve, e o que escreveu o Padre Pio de Pietrelcina, encontramos muitas discordâncias fundamentais entre os dois, acerca da religião.

“O dia especialmente consagrado a Deus tem de coincidir com o acontecimento da libertação, da alegria, da felicidade do ser humano. Deus não pode ser louvado à custa da humanidade. O Sábado é para o ser humano, não é o ser humano para o sábado. Deus quer misericórdia. Não se alimenta de sacrifícios humanos”.

A verdadeira religião é crítica

Padre-PioA forma como o Frei Bento Domingues apresenta o sacrifício humano perante Deus, é diabólica. O Frei Bento Domingues apresenta o deus comum dos católicos como uma espécie de leviatão bíblico que devora os seres humanos através do sacrifício, e depois diz que esse leviatão não é o Deus de Jesus Cristo.

E o Frei Bento Domingues faz referência ao livro do Anselmo Borges, pessoa que defendeu a legalização do aborto em Portugal (Les bons esprits se rencontrent…) — o aborto, que é o sacrifício supremo e involuntário do ser humano que alimenta o altar luciferino do dinheiro que ambos dizem combater. Como escreveu o poeta brasileiro Mário Quintana: “O aborto não é, como dizem, simplesmente um assassinato. É um roubo… Nem pode haver roubo maior. Porque, ao malogrado nascituro, rouba-se-lhe este mundo, o céu, as estrelas, o universo, tudo. O aborto é o roubo infinito”.

Se alguém perguntar ao Frei Bento Domingues ¿o que é “a felicidade do ser humano”? a que ele se refere no seu textículo, ele não terá certamente resposta objectiva — a não ser que se trate de um imbecil. E eu suspeito que o Frei Bento Domingues é um imbecil a quem os me®dia portugueses imbecilizados têm dado uma atenção muito especial.

Os católicos actuais estão em uma encruzilhada: ou seguem os conselhos dos Freis Bentos Domingues e dos Anselmos Borges deste mundo, ou escolhem seguir, por exemplo, os conselhos do Padre Pio de Pietrelcina. O princípio, aqui, é o do terceiro excluído.

Anúncios

Domingo, 5 Abril 2015

São Pio de Pietrelcina e os astros

Filed under: Igreja Católica — O. Braga @ 9:06 am
Tags: ,

 

São Pio de Pietrelcina nasceu (alegadamente) às 16:10 horas do dia 25 de Maio de 1887, na aldeia de Pietrelcina, em Itália, com as seguintes coordenadas: 41° 11′ 51” Norte, 14° 50′ 53” Este.

São Pio de PietrelcinaEm uma carta astral, uma diferença de alguns minutos em relação à hora real de nascimento, pode fazer toda a diferença. Por isso, quando alguém não nos sabe dizer a hora e minutos de nascimento com uma tolerância máxima de 5 minutos, mais vale não fazer a carta astral dessa pessoa.

No caso de São Pio de Pietrelcina, por exemplo, bastam 3 a 5 minutos de diferença para alterar substancialmente a carta astral.

Temos aqui a informação de que São Pio de Pietrelcina nasceu às 16 horas e 10 minutos e que o Ascendente está em Escorpião. Esta informação está errada, porque teremos que acrescentar 50 minutos devido ao ajustamento horário (zona horária na data de nascimento).

Temos aqui, por outro  lado, uma Carta correcta: Ascendente em Balança (verifiquem, no sítio, o “Time Zone”).

Também são estas pequenas incongruências (entre outras) que contribuem para o descrédito da astrologia. Não confiem nas cartas astrológicas “online”.

Site no WordPress.com.