perspectivas

Segunda-feira, 9 Março 2009

O “mercado das teorias”

Filed under: cultura — O. Braga @ 3:27 pm
Tags: , , ,

A partir da revolução burguesa de 1789 em Paris, a Europa e o mundo passaram a viver numa lógica de mercado, e submetida a ela ficaram também as ideias e as teorias, sejam estas científicas, políticas, religiosas ou outras. Filósofos, políticos, cientistas e religiosos passaram desde então a vender as suas ideias no “mercado das teorias”, da mesma maneira que o agricultor vai ao bazar vender o produto da sua sementeira do ano.

A lógica do mercado é simples: as coisas valem aquilo que no bazar se dá por elas. No “mercado das teorias”, estas também só valem o que se dá por elas, independentemente do seu valor intrínseco.
(more…)

Domingo, 27 Julho 2008

Citação

«Há três espécies de entidades/grupos que estão na origem de todo o tipo de campanhas a nível global, mesmo as mais vis, todas com a mesma finalidade, a destruição das sociedades e das famílias: os dirigentes das seitas mundiais que as programam (e que são os verdadeiramente diabólicos); os oportunistas que as implementam localmente a mando dos primeiros (que são os governantes e os que com eles colaboram) e os que as disseminam (jornalistas, artistas, comentaristas, articulistas, artistas, escritores, sociólogos, politólogos, etc., a mando dos segundos), estes dois grupos fazem-no exclusivamente por dinheiro, mas exercem forte influência junto da opinião pública que neles confia; e os inocentes (as camadas mais humildes das populações, que é a maioria das gentes dos países) que acreditam religiosamente nos dois primeiros grupos e actuam por mimetismo.»

Este trecho não é da autoria de Slavoj Zizek, mas poderia ter sido escrito por ele.

%d bloggers like this: