perspectivas

Domingo, 18 Maio 2014

O “direito ao esquecimento” na Internet

Filed under: ética,Política,politicamente correcto — O. Braga @ 6:24 am
Tags: , ,

 

A ideia peregrina do “direito ao esquecimento”, na Internet, só poderia vir da União Europeia.

Por exemplo, um político foge aos impostos e é apanhado pelo fisco; por isso, é obrigado a pagar os impostos a que se tinha furtado. E depois invoca o “direito ao esquecimento” para apagar os vestígios da sua desonestidade. Deixam de existir esqueletos no armário: basta invocar o “direito ao esquecimento” e os esqueletos políticos desaparecem. É assim que os me®dia vêem o “direito ao esquecimento”: a semântica ideológica vai mudando em função dos interesses políticos.

Vemos, por este artigo no pasquim Público, que basta que alguém faça uma queixa na Polícia Judiciária, alegadamente por difamação, para se ter direito automático ao “direito ao esquecimento”. Nem é preciso trânsito em julgado: basta a queixa na Polícia Judiciária — e pronto!: o Google é obrigado a retirar uma qualquer referência ao nome do cidadão que se sentiu difamado. Parece que a difamação, tal como a lei, se transformou em algo puramente subjectivo.

Segundo a ideia de “direito ao esquecimento”, a ética é reduzida ao cumprimento da lei, mesmo que este cumprimento da lei resulte de uma condenação na justiça.

Se, por exemplo, eu matar alguém intencionalmente, e desde que cumpra a pena de prisão, terei sempre o “direito ao esquecimento”, o que significa que posso exigir que todos os registos cibernéticos acerca do meu comportamento assassino sejam apagados — porque já cumpri a pena determinada pela lei. Cumprir uma pena legal é o mesmo que cumprir as normas da ética e da moral. A ética deixa de existir e é substituída pela justiça determinada pela política.

A Justiça passa a determinar a ética, em vez de ser a ética a determinar a Justiça — o que significa que a ética passa a ser apenas e só aquilo que as elites políticas quiserem que seja.

Domingo, 15 Dezembro 2013

O FaceBook está ameaçado pela própria lógica da Técnica da Internet

Filed under: internet — O. Braga @ 5:24 am
Tags: , , ,

 

O Facebook, na forma e significado que tem actualmente, tem os dias contados. Os novos computadores dotados de processadores super-rápidos, com grande capacidade de memória RAM e com enorme capacidade de armazenamento em disco rígido (500 GB ou mais), tendem a retirar ao FaceBook muito do interesse que tem hoje.

Facebook-crashPara além das características físicas (hardware), os novos computadores já vêm com o Windows 8 que tem um servidor HTTP incorporado de origem. Isto significa que a tendência do futuro será a de formação de grupos sociais autónomos (que poderão ser pequenos grupos íntimos ou grandes comunidades partilhadas a partir de uma “cloud”, a chamada “redundância de servidores” em enorme escala) composta por todos os servidores Windows de cada computador de cada membro da comunidade e em conjunto. Haverá provavelmente directórios publicados no Google e noutros motores de busca acerca dessa comunidades privadas de partilha de interesses, a que qualquer pessoa poderá solicitar a adesão.

Por outro lado, estas novas comunidades virtuais privadas terão a vantagem de ter uma relativa segurança na informação partilhada entre os seus membros — o que não acontece no FaceBook de uma forma satisfatória. Poderão existir comunidades de todo o tipo; por exemplo, uma comunidade interessante seria a Comunidade Eric Voegelin destinada à partilha de informação acerca da filosofia do autor alemão; ou a Comunidade Fernando Pessoa; ou a Comunidade dos Brasileiros em Portugal — tudo isto através da partilha, em “cloud”, dos servidores de cada computador de cada membro; e quantos mais membros tiver uma comunidade, mais poderosa e eficiente será a “cloud” e mais rápido será o acesso à informação e rápida a sua partilha entre os membros da comunidade.

Por fim, com a nova tecnologia de acesso à Internet através de fibra óptica, cada utilizador terá um IP estático (por exemplo, já acontece hoje no MEO), o que torna possível, de facto, operar um servidor HTTP no seu computador. Tudo isto poderá levar à criação de endereços virtuais da comunidades — por exemplo, http://amigos-dos-animais.cloud ou http://budistas-de-lisboa.cloud. Mas tudo isto requer uma nova geração, aquela que tem hoje entre 20 e 30 anos, e que fará “explodir” o FaceBook em cerca de cinco anos.


Um exemplo (aqui em baixo) de uma emissão de rádio via Internet feita por mim: neste caso, o pequeno exemplo de emissão-rádio é gravado, mas poderia ser feita em directo — e com intervenção de um locutor (eu não tenho jeito para locutor) — através de um servidor instalado em um computador pessoal de última geração.

Quinta-feira, 8 Agosto 2013

Cuidado com a Vodafone Net/Voz/TV Fibra !

Filed under: internet — O. Braga @ 6:14 am
Tags: , , ,

Eu estou só a espera que acabe o meu contrato com a Vodafone Net/Voz/TV Fibra para mudar de fornecedor, porque mesmo que eu tenha razão nas reclamações que faço em relação ao serviço da Vodafone (ou ¿ será “Foda-fone” ?), se eu denunciasse unilateralmente (e com justa causa) o contrato com a Foda-fone teria um processo judicial às costas – e como todos sabemos, a “Justiça” portuguesa beneficia invariavelmente os mais fortes financeiramente, para além de ser caríssima.burro-classico-320-web.jpg

Volta e meia, a Foda-fone tem “avarias”. Então no mês de Agosto é “fatal como o destino”: as “avarias” sucedem-se e ficamos sem serviço de Internet e de televisão. Estou a escrever estas linhas durante um blackout digital da Foda-fone que começou por volta das 21 horas de 07 de Agosto – note-se o serviço analógico de televisão não foi interrompido, porque eu tenho outros televisores pela casa, ligados em modo analógico, que continuam a transmitir normalmente; mas a TV digital, a Internet e o telefone “foram-se”!

Ainda pensei em telefonar à Foda-fone para saber do que se passa, mas o telefone fixo da Foda-fone também deu o badagaio. E como o meu telemóvel é da rede TMN, uma chamada para a Foda-fone custa um balúrdio (na última avaria, gastei cerca de 15 Euros na chamada de reclamação para a Foda-fone). Portanto, mais vale estar quieto e aguardar pelo fim do contrato.

Adenda: o serviço da Foda-fone foi reposto às 06 horas e 13 minutos de 08 de Agosto — ou seja, 09 horas de provável “avaria técnica” — sem qualquer satisfação prestada aos clientes. Poderiam, pelo menos, enviar um email geral (depois de restabelecido o serviço) dando uma qualquer satisfação aos clientes. O serviço é péssimo: os clientes da Foda-fone são tratados abaixo de cão! Com a Foda-fone, dá-me a sensação de estar a viver em Tumbuctu, ou no Zimbabué.

Adenda #2 : ¿ de que vale a Foda-fone gastar rios de dinheiro em publicidade nos me®dia, se depois os consumidores passam palavra, e comentam no seus círculos pessoais, a merda do serviço da empresa? A Foda-fone precisa urgentemente de um (muito bom) Director Comercial. Não basta pôr meninos e meninas a bater à porta das residências: isto, qualquer burro sabe fazer.

Powered by Zoundry Raven

Technorati : , , ,
Del.icio.us : , , ,

Quinta-feira, 6 Junho 2013

As imagens da Internet com direitos de autor

Filed under: A vida custa,internet — O. Braga @ 7:16 pm
Tags:

Em um determinado blogue, a autora, num aliviar de consciência de quem cumpre o seu dever, escreve que a imagem é “dali”. E eu fui “ali”, de seguida a investigar, e verifiquei que a imagem, afinal, era de “acolá”. E não fui mais longe porque me bastou.

A autora do blogue pensou que ao escrever que a imagem era dali, resolveu o problema dos direitos de autor das imagens na Internet. Ficou descansada e imune a quaisquer invectivas idiotas, porque sempre pode dizer que «a culpa não é minha, porque eu escrevi que a imagem era “dali”!. Cumpri o meu dever. A culpa é de quem escreveu que a imagem era de “acolá” e, afinal, acontece que a imagem era também “d’Acoli”! E como é que eu poderia saber que o “Acoli” tinha copiado a imagem de “Acoló”?!!!»

Na Internet, só há uma forma de garantir um mínimo de direitos de autor de uma imagem: através da marca de água e da informação no IPCT e no EXIF da imagem. Tudo o resto é idiotice.

imagem-retirada-daqui-2.jpg

Imagem com marca de água, e info EXIF e IPTC

Domingo, 26 Maio 2013

A melhor alternativa ao Google Reader

Filed under: internet — O. Braga @ 8:23 am
Tags: ,

A partir do 1 de Julho p.f., o Google Reader vai desaparecer. Depois de ter feito algumas experiências com vários programas, cheguei à conclusão de que o Feedly é a melhor alternativa – mas não me satisfaz, porque as ligações não são “limpas” (estão contaminadas com um sufixo: http://ligação.htm ?utm_source=feedly ).

Quinta-feira, 26 Agosto 2010

O FaceBook pode substituir um blogue ?

Filed under: cultura,Sociedade — O. Braga @ 7:55 am
Tags: , , , , , , , ,

A generalização do uso do FaceBook de há um ano para cá, teve o condão de “limpar” a blogosfera; muitos dos blogues mais intimistas e subjectivistas fecharam portas e abalaram a fugir (como se diz no Alentejo) para o FaceBook que está apetrechado com os imprescindíveis comentários, e com a possibilidade de se escreverem Notas que, até certo ponto, parecem substituir os postais dos blogues.
(more…)

Domingo, 6 Junho 2010

Navegando em Linux

Filed under: internet — O. Braga @ 5:05 pm
Tags: , , ,

Instalei o Linux numa partição do disco duro. Este postal foi publicado em Linux (Ubuntu) e Google Chrome, muito mais rápido que o Windows. Fiquei fã.

Quarta-feira, 29 Julho 2009

A ameaça de tentativa de polícia política na Internet

Reparem neste comentário, neste postal:

«Prezado,

Denunciei seu site à Safernet por promover o ódio e a discriminação dos homossexuais.

Nós não temos culpa de existir. Sinto muito, se odeia homossexuais, então mude de planeta, porque eles sempre existiram em todas as partes do mundo (e quem sabe na sua própria família?)

Por isso, fiz a denúncia. Muitos homossexuais sofrem a vida toda com isso, alguns acabam se matando ou entrando e depressão. Pense que existem crianças de 13 anos de idade que nasceram homossexuais e precisam ouvir esta brutalidade que vc escreveu.

Peço que retire isto do ar. Já está denunciado.

Até mais.»

(more…)

Sexta-feira, 12 Junho 2009

Google Page Rank

Filed under: Google,internet — O. Braga @ 4:51 pm
Tags: , ,

(more…)

Terça-feira, 5 Maio 2009

Atenção: prepara-se o salame na Internet

Filed under: Europa — O. Braga @ 9:58 pm
Tags: , ,

european-union

Prepara-se o salame fatiado da Internet que pretende matar dois coelhos de uma só cajadada: mais facturação indevida e imoral para os ISP’s, e uma forma que a burocracia de Bruxelas encontrou de restringir o livre acesso à informação independente na rede através do aumento de custos no acesso das pessoas à Net.

No dia 5 de Maio será votada no Parlamento Europeu nova legislação comunitária sobre a ‘net’, sua circulação e prestação de serviços de acesso — esta nova “legislação” abre caminho a que de futuro a ‘net’ possa a sofrer sérias limitações no seu uso!!

Actualização:

Europa rechaza que los Gobiernos vigilen la Red

(via)

Sábado, 2 Maio 2009

O imediatismo da Internet

Filed under: cultura,internet,Livros — O. Braga @ 8:56 pm
Tags: ,

mulher

Este artigo, que se refere a um livro publicado recentemente, descreve uma tendência de alguns (senão uma maioria) dos internautas para uma fraca capacidade de concentração mental. Com os emails, twitter, facebook, etc., a leitura de um livro passa a ser coisa chata, a capacidade de concentração diminui e as pessoas dispersam-se depois de lidas algumas páginas de um livro.

Mesmo no trabalho do dia-a-dia, uma falha temporária no acesso à Internet põe os funcionários de uma empresa (ou do Estado) nervosos, numa espécie de ansiedade que eles próprios não conseguem explicar e muitas vezes nem têm consciência do “problema”.

Outro “problema” é saber se a Internet contribui de uma forma sistemática para a proliferação da alta cultura entre os utilizadores. Estudos sobre o QI da população americana revelam que o QI médio baixou uns 3% desde 1930 a esta parte.
(more…)

Terça-feira, 9 Dezembro 2008

Ataque neoliberal à liberdade de opinião

Berlusconi prepara-se para assumir a presidência do G8 e anuncia que a Internet deve ser “regulada”.

Italian president and media baron Silvio Berlusconi said today that he would use his country’s imminent presidency of the G8 group to push for an international agreement to “regulate the internet”.

Speaking to Italian postal workers, Reuters reports Berlusconi said: “The G8 has as its task the regulation of financial markets… I think the next G8 can bring to the table a proposal for a regulation of the internet.”

Página seguinte »

%d bloggers like this: