perspectivas

Terça-feira, 22 Novembro 2016

Diagrama político dos me®dia portugueses

Filed under: A vida custa,Esta gente vota — O. Braga @ 7:58 pm
Tags: , ,

 

diagrama dos merdia-web

Anúncios

Sexta-feira, 17 Junho 2016

¿Devemos confiar na imprensa?

Filed under: A vida custa — O. Braga @ 12:20 pm
Tags: , ,

 

A experiência diz-nos que não devemos confiar nos me®dia; mas não só: chegamos a um ponto em que temos que denunciar os me®dia, e mesmo combatê-la. Se dependesse de mim, os me®dia (em geral, porque há excepções) iriam à falência.

No vídeo abaixo, vemos, no princípio dele, imagens editadas por uma estação de televisão dos Estados Unidos, em que vemos um homem (com sapatos vermelhos) a ser transportado, com ferimentos em uma perna, no seguimento do recente ataque terrorista na cidade de Orlando.

As imagens editadas são cortadas em um determinado ponto.

Porém, e de forma inadvertida, a FOX NEWS publicou as imagens originais e não-editadas; e vemos que, a determinado ponto do vídeo, o homem dos sapatos vermelhos, que alegadamente estaria ferido numa perna, ficou imediatamente “curado”.

Quarta-feira, 2 Junho 2010

O enviesamento dos me®dia portugueses

Vítima Ahmadi

Há poucos dias, foram assassinados no Paquistão mais de 100 muçulmanos — homens, mulheres e crianças — da seita islâmica Ahmadi que se encontravam a rezar numa mesquita, e os me®dia portugueses passaram algumas imagens em alguns segundos, e esqueceram o assunto.

As mesmas organizações extremistas islâmicas responsáveis pelo assassínio em massa dos Ahmadi, são as que estão por detrás da organização da “frota humanitária” que pretendeu furar o bloqueio marítimo israelita da faixa de Gaza.

Na sequência da acção israelita em defesa do bloqueio, morreram 9 militantes islâmicos, e os me®dia portugueses nunca mais se calaram.

Sexta-feira, 21 Agosto 2009

A imprensa tradicional moribunda

Filed under: cultura,me®dia — O. Braga @ 9:37 am
Tags: , , , , , , ,

A recente e flagrante ocultação da realidade obâmica nos Estados Unidos revela o toque de finados do “sistema me®diático” tradicional. Como conservador, tenho imensa pena que a morte anunciada da imprensa tradicional esteja bem patente, mas a verdade é que a culpa é essencialmente da própria imprensa tradicional e não só dos meios de comunicação alternativos. Quando começarem a “chover” jornalistas desempregados, estes terão que meter a mão na consciência em vez de acusarem a sociedade e/ou terceiros: eles serão a principal causa da sua situação.

press

A imprensa tradicional (jornais, TV, rádio) perdeu a sua autoridade de direito em função do sistemático enviesamento das notícias e da manipulação das redacções por gente de esquerda; o marxismo sempre foi contrário à liberdade de imprensa e ao estatuto do jornalista como veículo do relato objectivo da realidade.

A imprensa tradicional ainda se julga o quarto poder, mas já só ela acredita nisso. Fechou-se nesta sua crença, dogmatizou-se enquanto se suicida irremediavelmente. Contudo, a informação escrita [em papel, e não na pantalha de um computador] continua a ser a mais eficaz forma de transmissão do conhecimento [para além da oralidade dialéctica tradicional que nunca perderá o seu valor] ― e por isso é que eu digo que é lamentável o que está a acontecer à imprensa escrita.

A crise da imprensa escrita poderá significar o aumento do enviesamento informativo na medida em que deixam de existir paradigmas considerados como “credíveis” por uma larga maioria da sociedade; quando não existem pontos de referência credíveis, a realidade objectiva dos factos deixa de existir, e corremos o risco de passarmos a viver num mundo virtual em que cada cidadão passa a gerir o seu próprio sistema de crenças independentemente dos factos objectivos.

Quarta-feira, 1 Outubro 2008

O jornalismo de causas: a cabala foi bem montada

Filed under: me®dia,Política — O. Braga @ 3:04 pm
Tags: , , ,

Existe um senhor comentador em economia do Rádio Clube Português, de sua graça Camilo Lourenço, que em vez de economia fala sistematicamente de política, e não bastasse isso, mesmo em situações em que o governo de José Sócrates mete escandalosamente “o pé na argola”, o Sr. Camilo prefere criticar a oposição. Mas o Sr. Camilo não é o único: existe um anafado comentador de economia da TSF (que também colabora com o telejornal da TVI) que não faz outra coisa do que tentar dourar a pílula da política económica deste governo para a tentar fazer engolir aos portugueses.
(more…)

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: