perspectivas

Domingo, 18 Maio 2014

O “direito ao esquecimento” na Internet

Filed under: ética,Política,politicamente correcto — O. Braga @ 6:24 am
Tags: , ,

 

A ideia peregrina do “direito ao esquecimento”, na Internet, só poderia vir da União Europeia.

Por exemplo, um político foge aos impostos e é apanhado pelo fisco; por isso, é obrigado a pagar os impostos a que se tinha furtado. E depois invoca o “direito ao esquecimento” para apagar os vestígios da sua desonestidade. Deixam de existir esqueletos no armário: basta invocar o “direito ao esquecimento” e os esqueletos políticos desaparecem. É assim que os me®dia vêem o “direito ao esquecimento”: a semântica ideológica vai mudando em função dos interesses políticos.

Vemos, por este artigo no pasquim Público, que basta que alguém faça uma queixa na Polícia Judiciária, alegadamente por difamação, para se ter direito automático ao “direito ao esquecimento”. Nem é preciso trânsito em julgado: basta a queixa na Polícia Judiciária — e pronto!: o Google é obrigado a retirar uma qualquer referência ao nome do cidadão que se sentiu difamado. Parece que a difamação, tal como a lei, se transformou em algo puramente subjectivo.

Segundo a ideia de “direito ao esquecimento”, a ética é reduzida ao cumprimento da lei, mesmo que este cumprimento da lei resulte de uma condenação na justiça.

Se, por exemplo, eu matar alguém intencionalmente, e desde que cumpra a pena de prisão, terei sempre o “direito ao esquecimento”, o que significa que posso exigir que todos os registos cibernéticos acerca do meu comportamento assassino sejam apagados — porque já cumpri a pena determinada pela lei. Cumprir uma pena legal é o mesmo que cumprir as normas da ética e da moral. A ética deixa de existir e é substituída pela justiça determinada pela política.

A Justiça passa a determinar a ética, em vez de ser a ética a determinar a Justiça — o que significa que a ética passa a ser apenas e só aquilo que as elites políticas quiserem que seja.

Domingo, 26 Maio 2013

A melhor alternativa ao Google Reader

Filed under: internet — O. Braga @ 8:23 am
Tags: ,

A partir do 1 de Julho p.f., o Google Reader vai desaparecer. Depois de ter feito algumas experiências com vários programas, cheguei à conclusão de que o Feedly é a melhor alternativa – mas não me satisfaz, porque as ligações não são “limpas” (estão contaminadas com um sufixo: http://ligação.htm ?utm_source=feedly ).

Terça-feira, 22 Janeiro 2013

Novo endereço do blogue Gates of Viena

Filed under: Blogosfera — O. Braga @ 6:41 pm
Tags: , ,

O blogue Gates of Viena, que foi sujeito a censura pelo Blogger (Google), voltou à rede, desta vez em plataforma WordPress. O endereço é o seguinte: http://gatesofvienna.net/ .

Embora eu não concorde com grande parte do que se escreve naquele blogue, perfilho a opinião de Voltaire: “Não concordo com uma única palavra do que dizes, mas defenderei até à morte o vosso direito de dizê-la”. A censura da opinião só se justifica em caso de alarme social que coloque em causa a segurança pública.

Segunda-feira, 21 Janeiro 2013

O blogue Gates of Viena foi politicamente censurado e fechado

O pensamento único e politicamente correcto maçónico começa a causar estragos na liberdade de expressão na União Europeia: o blogue Gates of Viena foi alvo de censura política, depois de cerca de 10 anos de existência sem censura.

A censura política sobre a liberdade de expressão aumenta na União Europeia. A atitude do sítio de alojamento Blogger, que pertence ao Google, não foi explicada, mas tudo aponta que o Google cedeu finalmente a pressões políticas fortíssimas da maçonaria europeia que controla as instituições da União Europeia.

gates of viena

Sexta-feira, 23 Setembro 2011

Agora é mais Google Mais

Filed under: internet — O. Braga @ 4:59 pm
Tags: , ,

O FaceBook baralhou e tornou a dar.

Eu até concordo que, de vez em quando, se baralhe e se torne a dar, mas o que o FaceBook fez, na realidade e que talvez muita gente ainda não se tenha apercebido, foi criar a “confusão geral” para permitir que a discricionariedade política dos critérios de publicitação (e não “publicação”, que esta mantém-se na mesma) possa vir a ser aplicada na prática.

Ou seja, o FaceBook pode agora permitir a publicação, restringindo a publicitação através de critérios de censura [de hieraquização da prioridade de visualização, por via informática] quase imperceptíveis.

Isto significa que, em termos práticos, o FaceBook pode começar agora a censurar ideias, utilizadores e publicações de uma forma camuflada e quase imperceptível pelo utilizador comum. A censura bruta e directa é por demais evidente e é causa de protestos; mas a censura sibilina feita no meio da confusão, e com o “barulho das luzes”, esbate a crítica moral da massa anónima em relação a quem censura.

Por isso, eu passei a ser fã do Google +, onde a liberdade ainda campeia.

Adenda: a ler:

(more…)

Terça-feira, 19 Julho 2011

Google +

Filed under: internet — O. Braga @ 6:37 am
Tags: ,

O Google + é uma agradável surpresa, sobretudo porque permite postar instantaneamente no FaceBook e no Twitter através de uma extensão do Google Chrome que dá pelo nome de Start G+.

Outra vantagem do Google + em relação ao FaceBook é que aquele permite postar para diferentes públicos, consoante os conteúdos dos postais — coisa que no FaceBook se torna muito complicado de fazer.

O meu endereço no Google + : http://goo.gl/osyVA

Quinta-feira, 26 Agosto 2010

O FaceBook pode substituir um blogue ?

Filed under: cultura,Sociedade — O. Braga @ 7:55 am
Tags: , , , , , , , ,

A generalização do uso do FaceBook de há um ano para cá, teve o condão de “limpar” a blogosfera; muitos dos blogues mais intimistas e subjectivistas fecharam portas e abalaram a fugir (como se diz no Alentejo) para o FaceBook que está apetrechado com os imprescindíveis comentários, e com a possibilidade de se escreverem Notas que, até certo ponto, parecem substituir os postais dos blogues.
(more…)

Sábado, 20 Junho 2009

Bing!

Filed under: Google,internet — O. Braga @ 3:30 pm
Tags: ,

bing

O motor de busca da Microsoft produz resultados (apesar de tudo) menos enviesados do ponto de vista político do que o Google. Façam um teste em ambos os motores de busca com a palavra chave: “Obama Birth Certificate”, e verão as diferenças.

Sexta-feira, 12 Junho 2009

Google Page Rank

Filed under: Google,internet — O. Braga @ 4:51 pm
Tags: , ,

(more…)

Sábado, 30 Maio 2009

Google Wave

Filed under: internet — O. Braga @ 7:00 pm
Tags: ,

Google Wave is a new model for communication and collaboration on the web, coming later this year.
Here’s a preview of just some of the aspects of this new tool.

Sexta-feira, 30 Janeiro 2009

Google não quer que Obama venha a ser gozado como o Bush

Filed under: Obamacrimes — O. Braga @ 9:58 am
Tags: , , ,

Google has changed the rules on its search engine to protect President Obama from the same sort of mockery it allowed of President Bush.

via American Thinker Blog: Google covers President O’s flank.

Quarta-feira, 3 Setembro 2008

Google promete internet mais veloz e lança navegador próprio

Filed under: internet — O. Braga @ 3:28 pm
Tags: ,

«Google promete internet mais veloz e lança navegador próprio. Chrome já está disponível para download gratuito. Programa do Google é opção ao Internet Explorer, Firefox e Opera.»

Adenda:

Embora o Chrome seja mais rápido, não vou deixar de usar o Firefox devido aos plug-in que o Firefox possui. Além disso, parece que não é conveniente usar o Chrome em operações financeiras na Internet.

Página seguinte »

%d bloggers like this: