perspectivas

Quarta-feira, 30 Setembro 2009

O “Caso Polanski” e a elite cultural psicopata

Quando as elites culturais se movimentam em determinado sentido, podemos constatar as tendências da cultura em um futuro muito próximo. O caso de Roman Polanski é paradigmático.
(more…)
Anúncios

Sexta-feira, 7 Agosto 2009

Falta de penetração vaginal pode explicar pior saúde mental nos homossexuais

Eu não tinha dado conta desta notícia; não vi nada sobre isso nem nos telejornais nem na rádio durante as minhas deambulações automobilísticas. É possível que tenha passado nos me®dia mas provavelmente em notícia de rodapé, como convém aos me®dia em notícias deste cariz para não incomodar o Bloco de Esquerda, a Juventude Socialista e a paneleiragem em geral. Soube dessa notícia na blogosfera.

«Falta de penetração vaginal pode explicar pior saúde mental nos homossexuais. Estudo aponta desvantagens ao preservativo.
(…)
A troca de secreções entre os dois sexos, por conterem agentes antidepressivos, e uma maior intimidade, são alguns dos argumentos apresentados. Já um dos potenciais da investigação pode ser ajudar a explicar a elevada incidência de problemas mentais entre homossexuais, como têm vindo a demonstrar estudos recentes.»

A ser verdade essa conclusão científica, não só o gayzismo perde um dos seus grandes argumentos ― o argumento utilitarista da felicidade e bem-estar sexual, porque nas relações homossexuais por via anal ou outra, não só não existe troca de secreções entre os dois sexos que garante a possibilidade de agentes antidepressivos, e uma maior intimidade dos relacionamentos heterossexuais que contribuem para aliviar os problemas mentais ―, como coloca os “psquiatreiros” deste país (como o Daniel Sampaio) em muitos maus lençóis quando defendem a distribuição de preservativos a crianças em início de puberdade.

Nota: caso a notícia incomode o party socratino e seja retirada do ar, pode ler aqui a notícia em PDF.


Email me (espectivas@nullgmail.com)

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: