perspectivas

Quarta-feira, 1 Julho 2015

É tudo uma questão de má-interpretação.

 

Quando o “papa Francisco” diz, na sua encíclica que “o capitalismo é mau” (confundindo propositadamente capitalismo e neoliberalismo), isso não significa que ele esteja a dizer que “o capitalismo é mau”: pelo contrário! Quem interpreta o “papa Francisco” desta forma incorre em propaganda política sem escrúpulos e oportunista.

“O senhor Bergoglio tem duas línguas, e os seus apologistas têm quatro”.Olavo de Carvalho

Sábado, 2 Novembro 2013

Um justo juiz olha às causas, e não às pessoas

 

“Que nenhum de vós tenha de sofrer por ser homicida, ladrão, malfeitor, ou por se intrometer na vida alheia. Mas, se sofre por ser cristão, não se envergonhe, antes glorifique a Deus por ter este nome.” — I Pedro, 16

Lembrei-me desta passagem da 1ª Carta de Pedro quando lia este texto do Padre Gonçalo Portocarrero de Almada. O texto é bom, na forma e no conteúdo.

politicamente-correcto-grc3a1fico-webMuitos "católicos fervorosos" ficam ofendidos com a linguagem que, por vezes, eu utilizo aqui no blogue; mas isso é feito de propósito: não se trata de uns ataques esporádicos de copralalia.

S. Tomás de Aquino escreveu que não devemos respeitar quem despreza a virtude1; e com todo o respeito pelo desconhecido que escreveu a Carta de Tiago, concordo com S. Tomás de Aquino. Muitas vezes, aquilo que parece irracional tem uma razão por detrás.

"Sofrer por ser cristão" não tem necessariamente que ser o sofrimento do mártir. Nos tempos que correm, em que a Razão é negada a cada passo pelos doutores do laicismo e do materialismo (passo a redundância), a estupidez deve ser denunciada com a nossa máxima indignação.

Quando escrevo neste blogue, sou amiúde invectivado e insultado nos comentários (que na maioria das vezes não são publicados, e por isso ninguém se apercebe dos insultos) só porque defendo, por exemplo, o princípio da inviolabilidade da vida humana ou a instituição natural do casamento.

E, muitas vezes, respondo com igual ou maior virulência, porque apesar do que se diz na Carta de Tiago 3, não é possível refrear a língua no mundo em que vivemos: os selvagens modernos não compreendem outro tipo de linguagem: como alguém escreveu2, "para os materialistas, as palavras nada mais são do que uma forma evoluída de fezes que macacos sem pêlo arremessam a quem lhes desagrada”. Se, para os modernos, as palavras são “cagalhões de arremesso”, é nosso dever enchê-los de merda até ao pescoço.

1. «Um justo juiz olha às causas, e não às pessoas. (…) Honrar uma pessoa é reconhecer-lhe virtude, e por isso a virtude é a causa devida pela qual a pessoa é respeitável.» — Summa Theologica, Tomo III, II-II Q. 63, Art. 3

2. William J. Murray

Sábado, 12 Outubro 2013

A postura anticientífica de algumas religiões

Filed under: A vida custa,Esta gente vota — O. Braga @ 9:29 am
Tags: , ,

 

Há dois tipos de seres humanos que eu desconsidero: os cientistas ateístas e os religiosos anticientíficos. Sinceramente, não sei por qual dos dois tipos tenho maior desprezo.

Em finais do século XIX, a torre da igreja de S. Marcos, em Veneza, Itália, foi atingida por um raio. O clero católico local mandou reconstruir o cimo da torre, mas recusou-se a colocar lá um pára-raios, alegadamente porque “o pára-raios era coisa da ciência”.

Nos vinte anos seguintes, a torre de S. Marcos foi atingida mais três vezes por raios, destruindo-lhe por tantas vezes a cumeeira, antes que o clero local se decidisse, finalmente, a colocar lá um pára-raios, porque os prejuízos já se acumulavam de uma maneira insuportável. Isto para dizer que há católicos que pensam que a ciência se opõe à religião, e de tal forma assim pensam que recusam, ainda hoje, a simples ideia de um pára-raios.

Há gente desprezível, que se diz “católica”, que afirma peremptoriamente que "os dinossauros existiram há dez mil anos"e quem os contradiz é objecto de insulto e de ódio! É esse tipo de gentalha que insulta, nos comentários dos blogues, quem não é um "católico fervoroso" como eles se julgam a si próprios.

Quarta-feira, 9 Outubro 2013

O grande burro!

Uma avantesma com duas pernas é um burro bípede. Note bem, seu burro: (more…)

Quarta-feira, 25 Setembro 2013

“Afinal, o Papa Francisco I é ortodoxo!”

Filed under: Igreja Católica — O. Braga @ 4:51 pm
Tags: , ,

No momento de uma entrevista polémica dada por Francisco I a um jornal jesuíta, sai a notícia de que o Papa excomungou o sacerdote católico australiano Greg Reynolds.

Mas que situação tão conveniente e oportuna… ! Veio mesmo a calhar, no sentido de obnubilar a polémica papal! O que os me®dia não dizem é que Greg Reynolds chegou mesmo a dar a Eucaristia a um cão. Isso mesmo: comunhão da Eucaristia a um canídeo! Ora, se um Padre católico que dá a hóstia a um cão não é excomungado, então não sei para que serve a excomunhão.

Naturalmente que os "católicos fervorosos" saltaram logo a terreiro, dizendo que, Ah!, afinal, temos um Papa ortodoxo!” — como se o acto de excomunhão fosse raro nos Papas anteriores a Francisco I…

Face à excomunhão de Greg Reynolds, o principal argumento dos "católicos fervorosos" a favor do discurso ex-cathedra polémico, subversivo, e destruidor de Francisco I, é dizer que “afinal o Papa não é tão mau como dizem os retrógrados e os reaccionários; e por isso, o Papa é bom para a Igreja Católica” — como se o bem fosse o contrário do mal, e não a ausência do mal. Seria como se dissemos que “afinal, Lenine não era tão mau quanto Estaline foi… e, por isso, Lenine é bom!”

Sexta-feira, 20 Setembro 2013

Outro recado aos "católicos fervorosos"

 

«O esforço intenso que esse Papa desempenha em lisonjear os inimigos e escandalizar os católicos não parece deixar margem a dúvidas sobre quem é ele e quais as suas intenções.

Bergoglio está para a Igreja Católica como Barack Hussein Obama está para a nação americana.

Li a declaração no original. Não há desculpa. Não é a Igreja quem "fala muito desses assuntos". É o movimento gayzista internacional, que tem todos os megafones à disposição, e perto do qual a voz da Igreja se torna um sussurro inaudível. E, se é para dar aos gayzistas o conforto do silêncio, é preciso conceder o mesmo benefício aos adúlteros, aos masturbadores, etc. que pelo menos pecam em privado e não se arrogam o direito de achincalhar a Igreja em público.

Esse é o ponto mais importante. Se o Papa tivesse recomendado mais discrição da Igreja ao falar dos pecados sexuais em geral (inclusive o homossexualismo, é claro), tendo em vista a ascensão generalizada de pecados infinitamente mais graves, como o homicídio em massa, o tráfico de pessoas, a prostituição infantil, etc., eu seria o primeiro a aplaudi-lo. Não tem sentido, no mundo actual, achar que o garoto que tocou uma punheta no banheiro vai para o inferno ao lado de Fidel Castro, Pol Pot e Robert Mugabe.

Mas o homem concedeu uma trégua especial ao gayzismo e ao abortismo, que são forças políticas mundiais organizadas, sem estendê-la a todos os pecados da carne, mesmo infinitamente menos graves que o aborto, o qual não é um simples pecado da carne e sim um homicídio. É absurdo, é injusto, é um escândalo em toda a linha.»

Olavo de Carvalho, no FaceBook (os sublinhados são meus)

Um recado aos "católicos fervorosos"

Filed under: A vida custa — O. Braga @ 9:06 am
Tags: ,

«Alguns católicos não percebem o quanto é ridículo entrarem aqui com aquela pose inquisitorial de quem enxerga em mim o vírus da heresia, advertindo que estou no caminho da perdição, como um novo Lutero. São uns burrinhos que não conhecem nem os requisitos mínimos para uma acusação de heresia. Apegam-se a uma ilusão de ortodoxia como muleta para as suas personalidades imaturas, vacilantes, e tomam auto-afirmações pueris como "zelo pela Casa do Senhor". Foi desses que Simone Weil escreveu "Estar no inferno é acreditar, por engano, que se está no céu.

(Olavo de Carvalho, no FaceBook )

Quinta-feira, 19 Setembro 2013

A culpa é dos “mídia”

Filed under: Igreja Católica — O. Braga @ 8:51 pm
Tags: ,

Um Papa desbocado diz asneiras, e depois os “católicos fervorosos” dizem que “a culpa é dos mídia”.

VogelStrauss

O Valor (2)

Filed under: ética — O. Braga @ 2:50 pm
Tags: , , , ,

No seguimento do anterior verbete, continuamos a falar do Valor, segundo Louis Lavelle, que definiu o valor como “espírito em acto”. Vamos tentar colocar o problema de uma forma que seja inteligível para muita gente, ou seja, de uma forma simples. (more…)

O Concílio de Vaticano II, as carmelitas de Vedruna, a missa tridentina, e os “católicos fervorosos”

Se eu criticar o Concílio de Vaticano II, os “católicos fervorosos” saltam logo, rasgando as vestes, insultando, e apodando-me de “anticristo” e de “herege”.

Ao mesmo tempo que o Papa Francisco I e a hierarquia politicamente correcta da Igreja Católica proíbem a missa tridentina (ou missa de S. Pio V), já permitem a Horror Missae da Congregação das Irmãs Carmelitas da Caridade Vedruna. (more…)

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: