perspectivas

Quinta-feira, 21 Janeiro 2010

A problema da ética na acção económica e na acção política

O André Azevedo Alves escreve aqui sobre a ética nos negócios e sobre a alegada “responsabilidade social das empresas”.
O que se pode constatar é que em função da crescente colocação em causa da legitimidade da propriedade privada, o negócio é transformado num “mal necessário” que deve ser fiscalizado e controlado pela política. Em alguns países, a propriedade privada ainda não foi abolida, mas funciona agora numa espécie de concessão em leasing através da qual a propriedade é implicitamente colocada com um prazo de validade. Trata-se da política neomarxista, influenciada pela teoria de Gramsci, do “deixa-os poisar”.


(more…)

Terça-feira, 13 Novembro 2007

Complementando Schopenhauer

“O Budismo é a religião mais elevada e a sua doutrina ética é ortodoxa em toda a Ásia, excepto onde prevalece a detestável doutrina do Islão.” – Arthur Schopenhauer

O Pessimismo

Ao contrário da maioria dos filósofos do seu tempo (exceptuando Kierkegaard) Schopenhauer foi um filósofo pessimista. Tanto os pessimistas como os optimistas, e exceptuando Fichte, tiveram o problema de tentar interpretar a Vida à luz da Razão disponível; Fichte foi o único no seu tempo que defendeu a ideia de que o saber humano era limitado e em evolução em direcção ao Saber Absoluto.
(more…)

%d bloggers like this: