perspectivas

Terça-feira, 10 Dezembro 2013

Obama no funeral de Mandela

Filed under: A vida custa — O. Braga @ 8:59 pm
Tags: , ,

 

obama-mandela1

 

obama-mandela2obama-mandela3

Fonte

Anúncios

Sábado, 9 Novembro 2013

A canção ‘God Bless America’ será proibida em público?

Filed under: politicamente correcto — O. Braga @ 10:09 am
Tags: , , , ,

 

«L’affaire passionne les Américains. Aux États Unis, la Cour suprême s’est penché mercredi 6 novembre sur la légitimité de l’usage public de prières notamment au début de sessions publiques. Est ainsi visée la célèbre invocation « God bless America », que Dieu bénisse l’Amérique, formule traditionnelle prononcée au début et à la fin des discours institutionnels et politiques.»

États Unis : « God Bless America » bientôt prohibé en public ?

 

Quarta-feira, 9 Outubro 2013

A liberdade nos Estados Unidos de Obama é cada vez mais restritiva

Filed under: Obamacrimes — O. Braga @ 6:09 am
Tags: , , , , ,

 

Se eu tivesse hoje 20 anos e tivesse que planear o meu futuro, emigrando, preferiria emigrar para a Rússia do que para os Estados Unidos.

obama proibe missas

Quinta-feira, 24 Janeiro 2013

Sinais da decadência acelerada dos Estados Unidos

Um país que manda as mulheres para a guerra, em situação de combate e de morte iminente, é um país decadente.

As mulheres são o garante da continuidade de uma sociedade, porque só elas nos dão as crianças. E por isso, as mulheres devem ser protegidas e afastadas de situação de morte iminente em situações de guerra.

Em nome da “igualdade”, os “progressistas” obamistas mandam as mulheres para a guerra.

Quarta-feira, 23 Janeiro 2013

O perigo chamado “Obama”

Quando eu vejo blogues “liberais” cantar loas a Obama, não sei me ria ou se dê corda ao relógio. O problema é que os me®dia não contam metade do que se passa hoje nos Estados Unidos.

Por exemplo, o leitor não saberá nunca através dos me®dia que Obama decidiu recentemente que os médicos (privados ou públicos) sejam obrigados a fazer perguntas aos doentes sobre se possuem armas de fogo. Desde logo, obrigar os médicos a fazer perguntas deste tipo aos doentes revela a dinâmica “KGB” da política de Obama; e depois, revela a mente totalitária de Obama, porque se um doente vai a um médico não é para expor a sua vida privada.
(more…)

Sábado, 10 Novembro 2012

A julgar pelo pasquim / jornal Público, Ronald Reagan teve um “casamento moderno”

Mas a fotografia tem uma notável mensagem latente, muito específica. Ao contrário de muitas imagens de casais políticos, em que o marido reclama a sua mulher num gesto simbolicamente possessivo – tocando-lhe no ombro, levantando a sua mão ou beijando-a -, o abraço entre estas duas pessoas parece mútuo. A primeira-dama é, entre muitas outras coisas, uma mulher alta, famosa pelos seus músculos tonificados, e nesta imagem, o abraço é tanto dela como dele. O Presidente parece precisar deste abraço, parece quase dependente e até vulnerável. Os obrigatórios sinais masculinos de liderança – determinação, auto-suficiência e equanimidade emocional – dissolvem-se, obliterados pela comunhão daquelas duas pessoas perdidas no seu próprio mundo.

via O que está numa foto: a definição de um casamento moderno – Mundo – PUBLICO.PT.

A foto de Obama a que o pasquim Público faz referência é esta já a seguir:


As fotos que se seguem são do presidente Ronald Reagan e da sua mulher, Nancy:



A estupidez presentista do politicamente correcto prima pela falácia ad Novitatem e pela tentativa permanente de corte epistemológico mesmo com o passado muito recente. A estupidez presentista do politicamente correcto pretende continuar a guerra perdida pelo marxismo clássico da construção do Homem Novo.

Obama é visto, aqui na foto e no artigo do pasquim Público, ou seja, pela estupidez presentista do politicamente correcto, como o protótipo do “Homem Novo” no “Casamento Novo”; só lhe falta, na foto, o “Cão Novo”, a “Casa Nova”, e o “Admirável Mundo Novo”.

A apologia estúpida e politicamente correcta em relação a Obama transformou-o numa espécie de Rei Midas contemporâneo: tudo em que ele toca se transforma em ouro. O problema é que o povo americano não consegue comer nem digerir metais.

Sexta-feira, 5 Outubro 2012

Para mais tarde recordar…

Filed under: Obamacrimes — O. Braga @ 7:17 pm
Tags: , , ,

Quinta-feira, 4 Outubro 2012

Ou é da minha vista, ou Obama “vai levar no corpo”

Filed under: Obamacrimes — O. Braga @ 8:40 am
Tags: , , ,

Os “swing states” dos Estados Unidos mudaram de opinião. Ou há um milagre, ou Obama perdeu as eleições. E a julgar pelo silêncio dos me®dia portugueses, a coisa deve estar feia para Obama.

Quarta-feira, 3 Outubro 2012

A família Obama custa ao povo 20 vezes mais do que a família real inglesa

Taxpayers spent $1.4 billion dollars on everything from staffing, housing, flying and entertaining President Obama and his family last year, according to the author of a new book on taxpayer-funded presidential perks.

In comparison, British taxpayers spent just $57.8 million on the royal family.

Author Robert Keith Gray writes in “Presidential Perks Gone Royal” that Obama isn’t the only president to have taken advantage of the expensive trappings of his office. But the amount of money spent on the first family, he argues, has risen tremendously under the Obama administration and needs to be reined in.

via Taxpayers spent $1.4 billion on Obama family last year | The Daily Caller.

Terça-feira, 25 Setembro 2012

Romney, as janelas dos aviões, e os murcões de esquerda

Os murcões de esquerda deitam foguetes por Mitt Romney ter dito que não percebia por que razão as janelas dos aviões não abrem em caso de emergência.

Mas quando, por ocasião da “marciagem” do robô “Curiosity”, Obama telefonou ao director da missão da NASA pedindo-lhe que “se contactarem com marcianos, ¡ avisem-me imediatamente!”, (sic), os murcões esquerdistas e politicamente correctos ficaram caladinhos que nem psiquiatras.

O curandeiro gayzista da RDP

Adenda:

“Hasta los chistes más evidentes son tomados en serio con tal de dejar mal al candidato que se enfrenta a Obama.”

via La broma de Romney que la prensa se tomó en serio – Libertad Digital.

Segunda-feira, 3 Setembro 2012

Ou muito me engano, ou Obama já perdeu

Filed under: Obamacrimes — O. Braga @ 10:11 am
Tags: ,

http://www.youtube.com/watch?v=IBpG8eQ_gww

Terça-feira, 26 Junho 2012

A sinificação: o novo fascismo

Do ponto de vista ideológico, o que aproxima Barack Hussein Obama de Angela Merkel é a preferência de ambos por um modelo de sinificação da sociedade, que constituiu uma nova forma de fascismo. Podemos dizer, como toda a segurança, que Barack Hussein Obama não é propriamente um socialista de tipo Mário Soares; e podemos dizer também com igual segurança que Angela Merkel não é propriamente uma democrata-cristã ou mesmo uma conservadora: ambos são neofascistas.

O que caracteriza a sinificação — tanto da União Europeia que conduz ao IV Reich, como dos Estados Unidos — é a adopção (grosso modo, mais ou menos, segundo as sociedades) do modelo social e económico chinês, em que a propriedade privada e os meios de produção são detidos por privados, mas são os políticos e os burocratas que tomam as decisões fundamentais em matéria de planeamento económico. Porém, a sinificação vai mais longe e passa a definir os critérios éticos e de moralidade da sociedade: estamos em presença de um novo tipo de fascismo.

Recordo que desde 1973 que o globalista Henry Kissinger defende publicamente a adopção do modelo chinês para todo o mundo.

O novo fascismo de Barack Hussein Obama e de Angela Merkel defende o controlo público da economia embora esta permaneça em mãos privadas. Isto é, exactamente, sem tirar nem pôr, o que aconteceu com o regime nazi — mais ainda do que com o fascismo italiano que era corporativista e, portanto, um pouco menos afoito ao controlo da economia por parte do Estado.
(more…)

Página seguinte »

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: