perspectivas

Domingo, 1 Maio 2022

“Solarengo” não significa “ensolarado”

Filed under: A vida custa,acordo ortográfico,língua portuguesa — O. Braga @ 6:29 pm

A deputada do CHEGA Rita Matias, escreveu o seguinte:

“O 25 de Abril chegou com toda a solenidade e festividade. Nesse dia solarengo, as ruas encheram-se de cores garridas, as pessoas passearam de cravos nas mãos e multiplicaram-se as cerimónias, com toda a pompa e circunstância, desde a autarquia local até ao governo central.”

solarengo


No dicionário da Porto Editora, “solarengo” significa o seguinte:

adjectivo

1. relativo ou pertencente a solar

2. (moradia) que tem aspecto de solar; que é grande e tem arquitectura requintada

nome masculino

dono ou habitante de solar

No dicionário da Texto Editora publicado de 1995, “solarengo” significa o seguinte:

adjectivo

Do latim “solu”, solo

1. Relativo a solar (casa nobre)

2. o serviçal ou o lavrador que vivia no solar


A origem etimológica da palavra “solarengo” não tem nada a ver com “Sol”, mas antes vem do latim “solu”, que significa “solo”, “chão”.

Podem dizer que “há dicionários que dizem isto e aquilo”; mas não deixa de estar errado o uso do adjectivo “solarengo” para dizer “ensolarado” ou “soalheiro” — e isto por razões etimológicas, que são as mesmas razões que nos impõem a repugnância pelo Hacordo Hortográfico brasuca.


Siga-me no Twitter, no Telegram, no Gettr ou no Gab

Quinta-feira, 30 Setembro 2021

Ariano Suassuna: o português é a língua mais bonita do mundo

Filed under: língua portuguesa — O. Braga @ 10:15 pm

Sábado, 25 Setembro 2021

Com todo o respeito pelos cabo-verdianos…

… em Portugal, a língua oficial é o português.

E quem não está contente com a língua portuguesa, ou mesmo alguém que considere que a língua portuguesa é “fassista” e “culunialista”, é respeitosamente convidado a deixar o nosso país. O raio que os parta!

Quanto ao CDS e ao Partido Social-democrata: são partidos de Esquerda. A prova está neste cartaz eleitoral em Cascais.

cascais-nu-bai-vota-web

Terça-feira, 4 Maio 2021

A pronúncia de Ariano Suassuna

Filed under: Brasil,língua portuguesa — O. Braga @ 7:17 pm

¿Já notaram que o Ariano Suassuna não tinha sotaque do Rio de Janeiro ou de S. Paulo?

O português do nordeste do Brasil é muito mais próximo do português de Portugal e dos outros países de língua portuguesa.

O linguajar do Rio de Janeiro e de S. Paulo — aquela língua “diferentxi” , que pretende ser o português oficial do “Brásiu” — não é o único sotaque do Brasil (graças a Deus!).

Aliás, os maiores nomes da intelectualidade brasileira recente, como por exemplo, Olavo de Carvalho, Ariano Suassuna (+ 2014), Clarice Lispector (+ 1977), Nélida Piñon, Lygia Fagundes Telles, Carlos Drummond de Andrade (+ 1987), entre outros — fazem (ou faziam) questão de se demarcar do linguarejar carioca.

Sábado, 20 Fevereiro 2021

O neo-português dos me®dia

Vem aqui um merdoso das ilhas falar na “morte da língua portuguesa” (lá irei, num outro artigo). Mas, a ser verdade que a língua portuguesa está moribunda, os me®dia são os seus principais coveiros.

observador-a-tentarem-web

Senão, vejamos um exemplo do Observador:

“PSP apanhou 129 passageiros a tentarem viajar de avião sem poderem”.


Para o referido merdoso escritor liberal, o Observador escreve português correcto. E por isso é que a língua anda pela hora da morte.

Por exemplo, se eu escrever:

“Eu impedi 3 pessoas de entrarem em minha casa sem avisarem”.

“Ó loas!”, diz o merdoso liberal escrevinhador! Nunca o português foi tão “correto” quanto escrito pelos me®dia!

Quarta-feira, 15 Novembro 2017

¿A actriz é a mulher do actor?

Filed under: A vida custa,língua portuguesa — O. Braga @ 5:39 pm

 

No tempo da “Outra Senhora”, uma “embaixatriz” não era (apenas) a mulher do embaixador: era também o equivalente feminino de “embaixador” (conforme a primeira enciclopédia Luso-Brasileira de finais da década de 1950).

Com o 28 de Abril de mil novecentos e troca-o-passo, os dicionários passaram a conter o substantivo “embaixadora”, como sendo o feminino de “embaixador”; e “embaixatriz” passou a ser (apenas) “a mulher do embaixador”.

Seguindo o mesmo raciocínio, a “actriz” é a mulher do “actor”, e “actora” é o feminino de “actor”.

%d bloggers like this: