perspectivas

Terça-feira, 17 Agosto 2021

O Islão é uma barbárie

O Islamismo não é uma religião propriamente dita: em vez disso, é um princípio de ordem política; o Islamismo é uma ideologia política.

Cabul Afeganistao 1970 web

afeganistao decada de 1970 webEstas fotos são da década de 1970, quando o Afeganistão experimentou uma determinada autonomia em relação ao Islão.


Um aviso ao monhé das cobras: a imigração islâmica deve ser banida; e os políticos que incentivarem e promoverem a imigração islâmica devem ser punidos, no futuro, com penas pesadas de prisão (e as penas deverão ser aplicadas retroactivamente). monhe-das-cobras-web

Quarta-feira, 19 Maio 2021

A pergunta do "Polígrafo" : “¿Acreditas no que os teus olhos mentirosos vêem, ou naquilo que eu te digo?!”

A imagem, em baixo, foi respigada no Adamastor; mostra uma comparação entre o que se passou, no dia 13 de Maio, no santuário de Fátima e no campo do Martim Moniz, em Lisboa.

Portanto, nós vemos, verificamos in loco; mas segundo o "Polígrafo", os nossos olhos são mentirosos.

fatima-martim-moniz-web

Agora, caro leitor, imaginem que a Igreja Católica adquiria o hábito de ocupar sistematicamente, por exemplo, a praça do Rossio (em Lisboa) para as suas celebrações religiosas semanais: teríamos a Esquerda a berrar, e a pedir ao governo para enviar a polícia de choque “contra os reaccionários”; mas tratando-se dos parceiros da Aliança entre Marx e Maomé, nem o "Polígrafo" se inibe de sair em defesa deles.

Allauhakbar !

Nota: A frase “¿Acreditas no que os teus olhos mentirosos vêem, ou naquilo que eu te digo?!” é de autoria de Groucho Marx; a política portuguesa transformou-se em uma anedota.

Terça-feira, 18 Maio 2021

Raquel Varela e a diabolização da democracia

A Raquel Varela mostra aqui as suas verdadeiras cores: a única democracia do Médio Oriente — a israelita — é, por ela, diabolizada de uma forma exaustivamente irracional.

Alcorão, 9:29: “Matem os judeus e os cristãos, se eles não se converterem ao Islão ou se não pagarem a Jizya”.

Alcorão 2:217 e 4:89: “Quem deixar o Islão terá que ser morto”.

O texto da Raquel Varela é um chorrilho de asneiras vindo de quem desconhece a realidade (cultural, social, histórica) dos países de maioria islâmica, em geral, — desde logo porque é impossível a existência, de uma forma estável, de um Estado laico em um país em que prevaleça a chamada “singularidade islâmica”.

Alcorão, 8:12 e 47:4 : “Crucifiquem e amputem os não-muçulmanos”

Alcorão 8:60 : “Espalharás o terror por entre os não-muçulmanos”

Para o muçulmano, a autoridade do Estado de Direito não é reconhecida: só a lei islâmica (Sharia) é válida. Podemos verificar este facto, por exemplo, na Turquia e/ou na Indonésia, onde o Estado de Direito é apenas uma “capa” legalista que esconde o verdadeiro Poder legítimo, o do totalitarismo da Sharia.

Alcorão 8:12 e 47:4: “Decapitem os não-muçulmanos”.

Alcorão 9:5: “O bom muçulmano deve matar e ser morto pela causa de Alá”.

A incorporação dos muçulmanos palestinos (em geral) em uma putativa solução de um só Estado dito “laico” em Israel (como defende a Raquel Varela e uma certa Esquerda psicótica), é puro delírio interpretativo que decorre da ideia (radical e tipicamente de Esquerda) da possibilidade de uma total maleabilidade da Natureza Humana, por um lado, e por outro lado da admissão (pela Raquel Varela e por essa Esquerda) da necessidade absoluta de construção de um Estado totalitário (antidemocrático, que proíba a prática do Islamismo) que submeta (mediante a força bruta do Estado) a possibilidade de um Estado teocrático e autoritarista de índole islamita.

Alcorão 9:111 : “O bom muçulmanos deve matar os não-muçulmanos para poder receber o prémio das 72 virgens no paraíso”.

Alcorão 4:34 : “O bom muçulmano pode bater nas mulheres”.

Este último versículo do Alcorão deveria ser justamente aplicado à Raquel Varela.

hitler-islao-web

Domingo, 9 Maio 2021

Em França, 1 nova mesquita é construída a cada 15 dias

Em França, 1 nova mesquita é construída a cada 15 dias; e uma igreja ou capela cristã é destruída nesse mesmo período de tempo.

Entretanto, a socialista Ana Catarina Martins escandalizou-se, no paralamento, quando André Ventura defendeu a ideia segundo a qual a imigração islâmica para Portugal deve ser evitada a todo o custo.

São estas as “socialistas feministas”.

mau-halito-islamico-web

Terça-feira, 27 Abril 2021

A situação de guerra civil iminente em que a Esquerda e os “liberais” colocaram a França

macron-uniao-europeia-islamismoSer “liberal” é hoje exactamente o oposto do defendido pelo  liberalismo clássico; e a mudança de paradigmas, do liberalismo para o “progressismo” actual, começou exactamente com o “liberal”  John Stuart Mill.

Hoje, ser liberal, é defender o reforço do poder do Estado sobre os cidadãos — o que está nos antípodas ideológicos do defendido, por exemplo, por John Locke.

“O mundo burguês — os actuais liberais — trata de modo diferente os seus principais inimigos: vomita para cima dos da Direita tradicionalista, e absorve e recupera os da Esquerda”.

Nicolás Gómez Dávila 

A situação actual de potencial desintegração da unidade territorial de França, causada pela massiva imigração islâmica incentivada pela Esquerda e pelos “liberais”, levou a que 20 generais franceses (e 80 outros oficiais das Forças Armadas de França) escrevessem uma carta aberta ao povo francês, alertando para a eventual falência do Estado de Direito democrático se nada for feito pela governança francesa.

Os “liberais” andam a brincar com o fogo; e a fazer o jogo político da Esquerda marxista.

globalismo-macron-web

Domingo, 1 Novembro 2020

Não é possível imaginarmos o Islão sem a violência da Jihad

Filed under: Islamismo,islamização,Islamofascismo,islamofobismo — O. Braga @ 5:42 pm

Podem ver aqui um texto da Helena Matos (em PDF): “¿Quem vai ajoelhar diante das vítimas do terrorismo islâmico?”.

A Helena Matos trata (de certa forma) a maleita do Islamismo na Europa, mas ela não entra no âmago do problema: ¿é possível a religião islâmica sem o conceito de “Jihad”?

A Jihad faz parte da essência do Islamismo.

Isto significa que é praticamente impossível conviver pacificamente com o Islão. A essência do Islão é a submissão.

E enquanto não chegarmos todos a esta conclusão, continuará a haver gente degolada na Europa, e a Helena Matos continuará a escrever textos comedidos de crítica ao politicamente correcto.

islao-moderado-web

Sexta-feira, 30 Outubro 2020

Manuel Linda: este homem é muito perigoso

Chama-se a isto “inversão da culpa” ou “inversão do sujeito-objecto”. Olavo de Carvalho falou nisto: segundo a mente revolucionária, a culpa não é do carrasco sanguinário: em vez disso, a culpa é das vítimas dos actos sanguinários.

manuel linda islao webMesmo quando o islamita entra numa igreja católica, mata três fiéis e fere muitos outros, a besta diz que essa violência não é do Islão contra o Cristianismo.

A mentalidade do Manuel Linda não difere muito da do assassino islâmico: as vítimas da violência islâmica não foram assassinadas: em vez disso, suicidaram-se, porque pertencem a um estrato da população com determinadas características.

Ou seja, a acção violenta do Islamismo é impessoal, isenta de culpa ou de quaisquer responsabilidades morais ou legais nos actos criminosos que comete.

Este homem é perigoso por causa da posição social que ocupa (Bispo do Porto). É tempo de o povo católico começar a expulsar estes vendilhões do templo. É preciso refazer a Igreja Católica.

os abutres web

Sexta-feira, 16 Outubro 2020

Os terroristas muçulmanos deveriam ser esquartejados (um membro de cada vez)

Filed under: França,Islamismo,islamização,Islamofascismo — O. Braga @ 9:37 pm

Quando começarmos a aterrorizar os terroristas muçulmanos, então ganharemos a guerra que os filhos-de-puta islamitas nos movem.

professor-decapitado-web

Sábado, 18 Julho 2020

A aliança entre Marx e Maomé, contra catolicismo (com a ajuda do Francisco)

Filed under: França,Igreja Católica,islamização,Islamofascismo — O. Braga @ 6:39 pm

Segunda-feira, 9 Março 2020

A França do Macron soçobrou e já caiu

Sábado, 23 Novembro 2019

Allauhakbar !

Filed under: A vida custa,Islamismo,islamização,Islamofascismo,islamofobismo — O. Braga @ 5:43 pm

Segunda-feira, 29 Julho 2019

You will be called ‘racist’ by criticizing Islam

Filed under: A vida custa,Islamismo,islamização,Islamofascismo,islamofobismo — O. Braga @ 10:02 am
Página seguinte »

%d bloggers like this: