perspectivas

Segunda-feira, 12 Agosto 2019

O dia-a-dia na Alemanha dos amigos da Angela Merkel

Filed under: Alemanha,Angela Merkel,imigração — O. Braga @ 3:07 pm
Anúncios

Sábado, 13 Julho 2019

Os “Coletes Negros” no Panteão de França — O Fim

Filed under: França,imigração,Marine Le Pen — O. Braga @ 2:21 pm

Segunda-feira, 3 Junho 2019

Quem semeia ventos, colhe tempestades

Walter Lübcke foi o político “conservador” e de “direita” alemão que afirmou (várias vezes) nos me®dia que “os cidadãos alemães que não gostam da imigração islâmica em massa são livres de abandonar a Alemanha” (ver vídeo).

Walter Lübcke apareceu ontem, morto, no jardim da sua casa, com um balázio na tola.

Segunda-feira, 20 Maio 2019

A Alemanha gastou mais em dois anos com os “refugiados” do que o empréstimo da Troika a Portugal

Filed under: Alemanha,Angela Merkel,imigração,islamização,União Europeia — O. Braga @ 5:30 pm

 

Quando, entre 2009 e 2012, Portugal necessitou de um empréstimo da União Europeia (leia-se, da Alemanha) para salvar a economia portuguesa e resgatar a Banca, os portugueses foram alvo de um chorrilho de insultos vindos da parte dos políticos alemães e dos seus acólitos do norte da Europa.

Germany spends record 23 billion euros on refugees

Ora, aproximadamente o montante que a Alemanha da Angela Merkel emprestou a Portugal (não foi dinheiro dado! Foi dinheiro emprestado com taxa de juro alta!), cerca de 23 mil milhões de Euros, foi gasto pela Alemanha só e apenas no ano passado (2018), com os chamados “refugiados” islâmicos amigos da Angela Merkel.

Já no ano de 2017, a Angela Merkel gastou 21 mil milhões de Euros com os “refugiados” Maome(r)danos — o que perfaz uma despesa de 44 mil milhões de Euros apenas nos últimos dois anos.

Ora, se os portugueses necessitassem de um empréstimo (não é dinheiro oferecido! Falo de empréstimo a juros!) desse valor, teríamos o ministro das Finanças da Alemanha a insultar os portugueses.

angela-merkel-protest-stasi-web

Segunda-feira, 4 Fevereiro 2019

A islamização crescente da cultura europeia (2)

Filed under: imigração,Islamismo,islamização,Islamofascismo,islamofobismo — O. Braga @ 8:34 pm

 

O Movimento Furkan islâmico (“Furkan Vakfi”) pretende impôr a lei islâmica (Sharia)  e uma teocracia na Alemanha.

http://bit.ly/2TuS5LJ

A islamização crescente da cultura europeia

Filed under: imigração,Islamismo,islamização,Islamofascismo,islamofobismo — O. Braga @ 8:10 pm
Tags:

 

Marcus Franz, médico austríaco e ex-deputado ao parlamento da Áustria, diz que as raparigas austríacas (leia-se, “austríacas  brancas”) já começaram a usar o véu islâmico para evitar serem acossadas sexualmente na rua, ou ser mesmo violadas por imigrantes muçulmanos.

 

Quarta-feira, 30 Janeiro 2019

A Hungria não necessita de imigrantes

Filed under: imigração — O. Braga @ 5:36 pm
Tags:

 

Terça-feira, 29 Janeiro 2019

O pesadelo da imigração ilegal na cidade de Bruxelas, Bélgica

Filed under: Europa,imigração,União Europeia — O. Braga @ 8:29 pm

 

Tal como acontece nos Estados Unidos, a Europa não precisa de mão-de-obra desqualificada (trabalhadores indiferenciados). Os imigrantes económicos ilegais que os políticos globalistas (aliados aos trotskistas) deixam entrar na Europa, constituem um peso financeiro enorme para a sociedade.

Londres, de manhã, à hora de ir para a escola

Filed under: imigração,Inglaterra,Islamismo,islamização,islamofobismo — O. Braga @ 7:08 pm

 

O vídeo fala por si; ¿palavras para quê?!

 

Segunda-feira, 28 Janeiro 2019

Não se trata de racismo; trata-se de factos comprovados pela ciência mas negados pela ideologia dominante

Filed under: Bloco de Esquerda,imigração,Racismo — O. Braga @ 7:19 pm

 

“O racista exaspera-se porque suspeita, em segredo, que as raças são todas iguais; o anti-racista exaspera-se também, porque em segredo suspeita que as raças não são todas iguais”.

Nicolás Gómez Dávila


E ambos acabam por ter alguma razão: as raças não são todas iguais (como suspeita o anti-racista), mas a dignidade ontológica (dos indivíduos de todas as raças) é igual.

catarina-martins-neanderthal-webMas a igualdade ontológica dos indivíduos (independentemente da raça ou etnia) não autoriza que se defenda o fim do Estado-Nação e a abolição das fronteiras nacionais — como defendem simultaneamente (em uma aliança contra-natura) os neoliberais (em Portugal chamam-se “liberais”) e os trotskistas. Les bons esprits se rencontrent…

Por outro lado, afirmar que “as raças são todas iguais” (ou que “os indivíduos de todas as raças são iguais entre si”) é não só cientificamente falso (demonstrável através da estatística), como é uma falsidade auto-evidente que não precisa sequer da ciência para ser demonstrada.

Por exemplo, se nós dissermos que a ciência demonstrou (através da estatística) que o QI médio dos asiáticos (chineses ou japoneses) é superior ao QI médio dos europeus do norte (alemães, suecos, e ingleses, por exemplo) — a Esquerda europeia aceita pacificamente este facto (porque é um facto “contra os europeus”).

Mas se nós dissermos que o QI médio dos africanos oriundos da África sub-sariana é inferior a 80, então temos o Bloco de Esquerda, o Mamadou Ba e o Henrique Pereira dos Santos (outro com três nomes!) a chamar-nos de “racistas” — ou seja, os factos (cientificamente comprovados!) são negados em nome da ideologia marxista cultural, e porque “o discurso do PNR é troglodita” (que é uma forma que a “direitinha” do CDS da Assunção Cristas encontrou para se alinhar com o Bloco de Esquerda na narrativa marxista cultural).

Alguém em França afirmou recentemente que “O SOS BALEIAS serve para salvar as baleias; e o SOS RACISMO serve para salvar o racismo”.

Por alguma razão, nos Estados Unidos, um cidadão com o QI inferior ou igual a 83 (cerca de 10% da população americana) não pode ser admitido nas Forças Armadas. Ou seja, se considerarmos a média do QI africano sub-sariano, a maioria deles não poderia ser admitida na tropa americana. Isto são factos; não é treta politicamente correcta do CDS da Assunção Cristas.

Se é verdade que um indivíduo com um QI de 80, por exemplo, é ontologicamente igual a um outro indivíduo qualquer, este facto (esta igualdade ontológica) não lhe dá privilégios que obliterem o mérito (como defende o politicamente correcto) e que transformem uma minoria no paradigma da Curva de Bell que submeta o mérito à mediocridade (como defende o Bloco de Esquerda).

Não se trata de racismo; trata-se de factos comprovados pela ciência, mas negados pela ideologia dominante na nossa cultural actual.

Manif pacífica de patriotas alemães na cidade de Cottbus, na Alemanha

Filed under: imigração — O. Braga @ 6:18 pm
Tags:

 

Cidadãos patriotas alemães da pequena cidade de Cottbus manifestam-se pacificamente contra a violência dos imigrantes ilegais (os amigos da Angela Merkel) que já mataram várias raparigas, mulheres e homens.

 

Cientistas africanos recém-chegados à costa espanhola

Filed under: imigração — O. Braga @ 6:02 pm
Tags:

 

Vemos na imagem alguns cientistas africanos altamente qualificados, acabadinhos de desembarcar na Costa Del Sol em Espanha, e que vieram para enriquecer a cultura espanhola.

 

Página seguinte »

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: