perspectivas

Sábado, 11 Julho 2020

O jornaleiro Rui Santos, transcorrendo sobre o Benfica e o FC Porto, em Janeiro de 2020

Filed under: Benfica,FC Porto,FCP,Futebol — O. Braga @ 11:13 am

Segunda-feira, 6 Julho 2020

A reacção do Benfiquistão em relação aos resultados do FC Porto

Filed under: FC Porto,FCP,Futebol — O. Braga @ 2:16 pm
Tags:

paulo-garcia-web

Segunda-feira, 17 Fevereiro 2020

O Benfica agradece ao Marega e ao “efeito Joacine”

Filed under: FC Porto,FCP,Futebol — O. Braga @ 10:08 am

1/ Na época 2016/17, o Marega foi jogador do Vitória de Guimarães; durante um determinado jogo do Vitória, um grupo de espectadores— vou repetir: um grupo — berrou repetidamente “Marega vai pró caralh*”. Acto contínuo, o Marega intempestivamente saiu do campo de jogo, deixando a sua própria equipa a jogar com menos um jogador. O Marega borrifou-se para a sua equipa: o que interessou ao Marega foi contrariar esse grupo de adeptos, e afirmar publicamente que não estava disponível para ir “pró caralh*”.

O Marega é isto. O Marega tem um ego do tamanho do universo e uma inteligência de galinha.

2/ Eu vi o jogo de ontem (entre o Vitória e o FCP) pela televisão e não me apercebi de quaisquer invectivas racistas, vindas do público, contra Marega.

3/ Os 2 (dois) comentadores da SPORT TV1, que estavam no campo de jogo, também não se aperceberam de quaisquer insultos racistas vindos das bancadas, dirigidos ao Marega.

4/ O treinador do Vitória não se apercebeu de qualquer insulto racista contra Marega. Não tenho razões objectivas para duvidar da palavra dele.

5/ Não quero dizer com isto que não tenham existido insultos racistas contra Marega; o que eu coloco racionalmente em causa é a dimensão do problema criado pela interacção desse pequeno grupo de adeptos, por um lado, e Marega, por outro lado; e esse problema foi alimentado pelos me®dia. O Marega sabia bem o que estava a fazer.

Provavelmente terá sido um grupelho de 30 a 50 adeptos do Vitória a insultar Marega; e este pequeno incidente foi transformado, pelos me®dia, controlados pela extrema-esquerda (por exemplo, pelo radical emasculado Miguel Guedes, na TVI24), em uma espécie de desastre nacional.
De repente, “Portugal é um país profundamente racista” (como afirmou o Pedro Marques Lopes; excepto ele, obviamente: ele parece não ser português).

6/ Graças ao Marega e ao seu incomensurável ego e cérebro de galináceo, os me®dia falaram mais do “racismo de todos os portugueses” do que da vitória do FC Porto. Veio mesmo a calhar aos me®dia lisboeiros. O Benfica agradece ao Marega e à Joacine "Vai-te Katar" Moreira. Talvez tenha chegado o momento de mandar o Marega “pró Benfica”.


Nota: eu sou sócio do FC Porto.


Adenda: a cultura de vitimização, adoptada pelas “elites”

O teórico esloveno Slavoj Žižek contou uma anedota que caracteriza bem a Esquerda actual.

Numa sinagoga, o rabino rasga as vestes, gritando:

“Ó Javé, eu sou um pecador e não mereço a tua misericórdia!”.

E um judeu rico, chamado ao púlpito, secundou o rabino:

“Ó Javé, não tenhas pena de mim e castiga-me, porque sou um pecador!”.

E um judeu pobre, andrajoso, tartamudeou na plateia:

— “Ó Javé, ajudai-nos que somos todos pecadores!”

E diz o judeu rico para o rabino, apontando para o judeu pobre:

— ¿Quem é que essa criatura pensa que é?!!!

Quarta-feira, 20 Junho 2018

Falta meio-campo à Selecção de Portugal

Filed under: Fernando Santos,Futebol,Selecção — O. Braga @ 3:29 pm

 

Eu já tinha chamado à atenção para o erro de escolha de Fernando Santos, quando não seleccionou jogadores de meio-campo com “cabedal” — por exemplo, o Sérgio Oliveira, do FC Porto. Com a ausência de Danilo, por lesão, o meio-campo da Selecção portuguesa é de peso-pluma.

Hoje, no jogo com Marrocos, notou-se a precariedade do meio-campo de Portugal: não só a equipa não conseguia segurar a bola, como qualquer encontrão de um adversário anulava a nossa posse de bola.

Eu não sei como o Fernando Santos vai resolver o problema que ele próprio criou (quando seleccionou mal). Quando é preciso um meio-campo com maior preponderância física, ficamos a ver os adversários a passar.

sergio-oliveira-web

Quarta-feira, 30 Maio 2018

O seleccionador Fernando Santos parece ter uma alergia ao FC Porto

Filed under: Fernando Santos,Futebol,Selecção — O. Braga @ 7:51 pm

 

O lateral direito Ricardo foi seleccionado por Fernando Santos porque já saiu do FC Porto (foi transferido para o Leicester).

Enquanto foi do FC Porto, o avançado André Silva não foi seleccionado; mas logo que ele saiu para Itália, o benfiquista Fernando Santos foi buscá-lo para a Selecção.

O médio Sérgio Oliveira poderia perfeitamente ser um reforço do meio-campo; mas ele joga no FC Porto, o que faz com que não seja seleccionável.

O Fernando Santos foi buscar um tal Mário Rui (um ilustre desconhecido) para lateral esquerdo da Selecção. E o Mourinho foi buscar o lateral esquerdo do FC Porto, Diogo Dalot, para o Manchester United — o que faz com que o Diogo passe agora a ser seleccionável, mas só depois de sair do FC Porto.

O problema do Seleccionador Fernando Santos é o FC Porto. Ou melhor: é o medo de seleccionar jogadores do FC Porto. Mas logo que eles saem do FC Porto, vai imediatamente buscá-los para a Selecção.

fernando_santos_e_luis_filipe_vieira_web

Quarta-feira, 1 Junho 2016

Temos homem!

Filed under: Futebol — O. Braga @ 9:39 pm
Tags: , ,

 

nuno-espirito-santo

Podemos não ter um Jesus, mas temos o Espírito Santo e o papa Pinto da Costa.

Segunda-feira, 30 Maio 2016

O FC Porto já não é o que era

Filed under: Futebol — O. Braga @ 6:32 pm
Tags: , , , ,

 

Saem notícias, nos me®dia da mourama, acerca de um novo defesa central para o FC Porto, e que o novo treinador é Fulano de Tal.

No FC Porto clássico de Pinto da Costa, os me®dia andavam às apalpadelas e só tinham notícias no acto da contratação de novos elementos da equipa. Hoje, os me®dia sabem de antemão o que se passa no clube.

Ou Jorge Nuno de Lima Pinto da Costa elimina as toupeiras da mouraria que existem no FC Porto, ou os mouros acabam com ele.

Domingo, 17 Abril 2016

Jornais e revistas que os portistas não devem comprar

Filed under: Futebol — O. Braga @ 6:55 pm
Tags: ,

 

Correio da Manhã, Destak, Metro, Record, Jornal de Negócios, Sábado, TVGuia, Flash, Máxima, Vogue, Semana Informática. Pertencem todos ao grupo Cofina.

Gostaria que o Sporting fosse campeão

Filed under: Futebol — O. Braga @ 1:29 pm

 

Não podendo ser o FC Porto, gostaria que o Sporting fosse campeão. Um bom portista não é anti-sportinguista – pelo contrário, tem respeito pelo Sporting. Um bom portista é fundamentalistamente anti-benfiquista.

Força!, Spooorting!

Sexta-feira, 12 Fevereiro 2016

Benfica 1 – Porto 2

Filed under: Futebol — O. Braga @ 10:25 pm
Tags: ,

 

drago-campeoes

Domingo, 3 Janeiro 2016

Lopetegui e o síndroma de Mourinho

Filed under: Futebol — O. Braga @ 10:38 am
Tags: , ,

 

¿Mourinho é um mau treinador? Claro que é um bom treinador. Mas os jogadores do Chelsea “fizeram-lhe a cama”, e a tal ponto que Mourinho foi despedido.

emplastro_webO síndroma de Mourinho está a ser promovido e aplicado a Lopetegui pela imprensa que, como sabemos, é maioritariamente lisboeta. E sendo lisboeta, os me®dia privilegiam tudo o que seja oriundo da capital-do-império-que-já-não-existe.

Essa promoção do síndroma de Mourinho na opinião pública tem tido muito sucesso entre os portistas, que se têm comportado como idiotas. Pedir o despedimento de Lopetegui é alinhar com a estratégia dos mouros, por um lado, e por outro lado tem afectado o comportamento dos jogadores do FC Porto, que entrou em uma espiral de pessimismo quando está a dois pontos do líder do campeonato.

Os adeptos do FC Porto já não são o que eram ainda há cinco anos: são facilmente manipuláveis pelos me®dia lisboetas. E mesmo os comentadores afectos ao FC Porto, como por exemplo o Manuel Serrão, estão a ser comprados pelos me®dia da mouraria (quando a crise aperta, até se insulta o pai e a mãe).

Resta-nos a clarividência de Jorge Nuno de Lima Pinto da Costa. Talvez não seja má ideia “exportar” alguns jogadores no mercado de Inverno, porque não é tradição do FC Porto que os jogadores “façam a cama” ao treinador.

Quinta-feira, 3 Dezembro 2015

O critério duplo da capital-do-império-que-já-não-existe

Filed under: Futebol,me®dia,Política,Portugal — O. Braga @ 1:15 pm
Tags: ,

 

Quando o Benfica ou o Sporting jogam, abrem-se os telejornais lisboeiros com as notícias dos jogos.

Quando o FC Porto joga, a capital-do-império-que-já-não-existe faz de conta que o jogo não existiu.

Página seguinte »

%d bloggers like this: