perspectivas

Domingo, 24 Setembro 2017

Suspensão de conta no FaceBook

Filed under: 1984,Facebook,feminismo,politicamente correcto — O. Braga @ 1:26 pm

 

A minha conta pessoal no FaceBook foi suspensa porque publiquei a imagem abaixo com a legenda “feminismo”.

bERKELEY-PROFESSOR-web

merda-fbComo podem ver, não se trata de uma imagem pornográfica; nem de uma imagem de violência; e trata-se de uma imagem verdadeira, ou seja, não se trata de uma foto-montagem.

Para o FaceBook (e para o Google), dizer a verdade — ou descrever a realidade — é proibido; demonstrar que o feminismo se identifica culturalmente com a Esquerda mais radical, é tabu.

Praticamente já não publico directamente no FaceBook; quase tudo o que aparece na minha conta do FaceBook vem através do Twitter — é o Twitter que se encarrega de publicar no Facebook; e é também o Twitter que se encarrega de publicar no VKontakte.

Eu não coloco em causa a possibilidade ou o direito de o FaceBook suspender contas; o que eu questiono são os motivos ou critérios que podem levar o FaceBook a suspender contas.

Quando o FaceBook pratica censura rasteira e subjectiva (sem critérios objectivos), em relação a publicações que não cabem nas categorias mencionadas na imagem ao lado e que fazem parte das condições de frequência do Facebook — então já entramos no mundo do “1984” de George Orwell.

Anúncios

Segunda-feira, 28 Agosto 2017

À medida que a censura politicamente correcta se instala no FaceBook, temos a alternativa do VKontakte

Filed under: Facebook,VKontakte — O. Braga @ 9:32 pm

 

vk-logo-webJá não é a primeira vez que o FaceBook censura artigos colocados por mim; o argumento do FaceBook é de que se trata de SPAM; aquilo que não agrada ao politicamente correcto, é SPAM, e tem que ser censurado.

A alternativa aceitável ao FaceBook é o VKontakte (ou simplesmente “VK”), um site russo que tem mais de 100 milhões de utilizadores.

No VK não há censura de opinião política: hoje são os russos que ensinam ao Ocidente o que é liberdade de expressão política.

A minha página no VK é a seguinte: https://vk.com/orlando.braga.

Quarta-feira, 2 Agosto 2017

O YouTube já está em 1984 de George Orwell

 

O conhecido professor de psicologia da universidade de Toronto, Jordan B. Peterson, foi bloqueado pelo YouTube que se baseia em um algoritmo matemático para bloquear contas de utentes que pareçam praticar de “crimes de ódio”. Por outras palavras, o YouTube passou a ter computadores que policiam os conteúdos dos vídeos publicados: não se trata de censura humana: trata-se de computadores-polícias. Estamos já em 1984.

 

 

Este tipo de censura já se estendeu ao FaceBook do Fuckerberg e ao Twitter. Trata-se de uma censura que serve os interesses de uma elite plutocrata globalista representada, por exemplo, pelo próprio Fuckerberg, e por George Soros, Bill Gates, Warren Buffet, os Rothschild, Rockefeller, etc., — elite essa que se alia aos caciques regionais e locais representados pela Esquerda em geral [em Portugal, todos os partidos representados no parolamento são de Esquerda].

Existe neste momento uma estranha aliança entre a Esquerda mais radical e a plutocracia globalista; mas, se virmos bem, não é tão estranho como parece, porque se trata de uma divisão consensual de Poder: “uma mão lava a outra”. Não foi por acaso que o “Pauduro” da Venezuela vendeu recentemente a companhia venezuelana de petróleo à Goldman Sachs com 30% de desconto. bannon_facebook_web

Entretanto, face a esta política arbitrária de censura política, o estratega da Casa Branca de Donald Trump, Steve Bannon, classifica o FaceBook, o YouTube, o Google, o Twitter, como “monopólios naturais e, por isso, devem ser regulados pelo Estado americano. E esta tese tem vindo a ganhar uma enorme adesão na opinião pública americana.

Quinta-feira, 20 Julho 2017

Artigo censurado no Facebook (Muslim Refugee Rapes & Beats Woman Pregnant With Twins, Blames It On One ‘Un-Islamic’ Item)

Filed under: censura,Facebook,liberdade,liberdade de expressão — O. Braga @ 6:31 pm

 

NOTICIA-CENSURADA-NO-FB

Esta notícia foi censurada no Facebook, mas não me dou por vencido: vou publicar o artigo de forma indirecta através dos blogues — nem que tenha que criar um blogue novo todos os dias.

Site no WordPress.com.