perspectivas

Domingo, 23 Julho 2017

Os pretos da Cova da Moura e os brancos da África do Sul : a filha-da-putice comunista

 

A mulher do Frankenstein — à semelhança da Fernanda, a tal que “cansava” o Sócrates — fala de “racismo na Cova da Moura”.

ana-sa-lopes-frankestein-web

Diz ela (a mulher do Frankenstein) que ninguém fala da Cova da Moura, e que, por isso, é alegadamente uma manifestação do racismo dos brancos. Mas o racismo contra os brancos já não é mau: até é muito bom porque (alegadamente) ajusta as contas da História, como acontece na África do Sul, onde a minoria branca é tratada de uma maneira tal que faz com os pretos da Cova da Moura sejam uns privilegiados.

brancos-africa-do-sul-web

Quando (alegadamente) ninguém fala dos pretos da Cova da Moura, é racismo. Quando ninguém fala dos brancos da África do Sul, que se lixem estes porque merecem ser todos assassinados.

Anúncios

Quarta-feira, 12 Julho 2017

A polícia não deve entrar mais no bairro da Cova da Moura

 

A polícia deve abster-se de entrar na Cova da Moura, e deve apenas controlar as saídas e entradas do bairro (as periferias do bairro) — porque qualquer pequeno incidente com a polícia será sempre aproveitado pela Esquerda (principalmente pelo Bloco de Esquerda e pelo Partido Comunista) para condenar a polícia através de parangonas nos jornais que são nitidamente controlados pela Esquerda.

cova-da-moura-web

Tal como acontece noutras cidades da Europa onde existem guetos étnicos onde a polícia não entra (por exemplo, Paris, Londres, Estocolmo, Bruxelas), assim a polícia portuguesa não deve entrar na Cova da Moura, para evitar ser “crucificada” na opinião pública pelo politicamente correcto.

swedish-guettos-web


Create a free website or blog at WordPress.com.