perspectivas

Sexta-feira, 1 Outubro 2021

Era uma vez… a primeira-ministra corrupta e covideira da Nova Gales do Sul, Austrália

Filed under: vacinas — O. Braga @ 9:02 pm
Tags: ,

A criatura dá pelo nome de Gladys Berejiklian — a julgar pelo nome, e pela fronha, é de origem arménia — e foi até anteontem a primeira-ministra (de Esquerda) do estado australiano de Nova Gales do Sul.

cara-de-cua-webEla foi a responsável por mandar a polícia “dar porrada de criar bicho” em tudo o que é povo — pela simples razão de haver gente que não usava máscara na via pública. Ao povo australiano não faltou porradinha policial todos os dias.

E mais: ela conseguiu que os trabalhadores que recusassem a vacina covideira fossem despedidos de empresas privadas; criou um passe sanitário que impedia que pessoas não-vacinadas entrassem em qualquer tipo de estabelecimento comercial (desde cabeleireiros, restaurantes, super-mercados, locais de diversão, pubs, cafés, ginásios, etc.), e o mesmo se aplica aos serviços públicos.

A vida de uma pessoa não-vacinada, no estado australiano de Nova Gales do Sul, é um inferno.

A referida senhora (com cara de cu) preparava-se, há dias, para criar autênticos campos de concentração para os não-vacinados.

Felizmente, não conseguiu criar estes campos de concentração, porque entretanto descobriu-se que ela estava a ser paga pela PFIZER e pela AstraZeneca para promover a vacinação coerciva, e já existe uma investigação criminal em curso.

É claro que a senhora corrupta e cara-de-cu demitiu-se de primeira-ministra do estado de Nova Gales do Sul.

Já agora: ¿será que o Tóno Lobo Xavier é advogado de uma ou várias farmacêuticas em Portugal?

2 comentários »

  1. […] das elites é, sem dúvida, o negócio das farmacêuticas — como podemos constatar, por exemplo, com a corrupção, por parte da PFIZER e da AstraZeneca, da primeira-ministra do estado de Nova Gale… Estamos em presença de um truque de prestidigitação que subjaz a uma engenharia social a nível […]

    Gostar

    Pingback por A mentira das elites acerca do COVID-19 (I) | perspectivas — Sábado, 2 Outubro 2021 @ 2:29 pm | Responder

  2. E as feministas dizem que a razão das atrocidades ocorridas na História é porque eram os homens – e não as mulheres – no controle. Mas vemos – por vários exemplos, tais quais este – que as mulheres em cargos de autoridades fazem a mesma porcaria e, se duvidar, pior.

    Gostar

    Comentar por Denis Camursa — Sábado, 2 Outubro 2021 @ 8:41 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: