perspectivas

Terça-feira, 6 Abril 2021

A Esquerda celebra o seu mártir comunista “padre” Max, mas esquece o assassinato do filho da Antónia

Filed under: Esquerda,esquerdalho — O. Braga @ 4:41 pm
Tags:

A Esquerda esquece-se de Antónia, a quem mataram o filho, na manhã de 12 de Março de 1975, em frente ao RALIS, em Lisboa. Já ninguém se lembra dela e do seu filho, assassinado pela Esquerda.

“Vivemos num país, Antónia, em que em vez de te protegerem, te metem na prisão. Vivemos num país, Antónia, Antónia, em que em vez de julgarem os assassinos do teu filho, te metem na prisão. Vivemos num país, Antónia, Antónia, em que, ao fim do terceiro ano do crime sem perdão, tivemos de ser nós, as tuas amigas, que fomos pôr flores na campa do teu filho, porque até isso te é vedado.”

Vera Lagoa, “A Cambada”, 1978, página 145

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: