perspectivas

Quarta-feira, 9 Setembro 2020

A Mariana Mortágua mente descaradamente

Eu sou a favor de uma taxa única de IRS (por exemplo, 15% de imposto universal); ou, pelo menos, sou a favor de um escalonamento mínimo do imposto, com apenas três ou quatro escalões.

Ou seja, eu estou de acordo com a proposta do CHEGA em relação ao IRS.


Contudo, a Esquerda estatista opõe-se ao imposto único, como podemos ver pela opinião da Mariana Mortágua.

mariana-mortagua-irs-web

Mas ela mente, sem vergonha! O que ela esconde do público é o facto de o IRS não se aplicar a rendimentos até 650 Euros.


Por exemplo, “um trabalhador casado e com dois filhos que receba 800€”, segundo a proposta do CHEGA, irá pagar menos IRS:

  • 800 Euros – 650 Euros = 150 Euros

O imposto incide sobre 150 €, e não sobre 650 € como mente a Mariana Mortágua.

Ora, 15% de 150 € = 22,50 € de imposto, ou seja, 2,8% do salário bruto.


No caso de “um trabalhador casado e com dois filhos” que receba 3.600 € :

  • 3.600 € – 650 € = 2.950 €

O imposto incide sobre 2.950 €, e não sobre 3.600 € como mente a Mariana Mortágua.

Ora, 15% de 2.950€ = 442,50€, ou seja, 12,3% do salário bruto.


mariana_mortagua_webÉ preciso mudar Portugal. É preciso meter o esquerdalho no Tarrafal.

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: