perspectivas

Terça-feira, 28 Junho 2016

A teoria da “Escócia independente e dentro da União Europeia”

 

Os me®dia, na sequência do Brexit, têm propagandeado a ideia segundo a qual a Escócia quer ser independente e aderir à União Europeia. Esta notícia é veiculada todos os dias nos me®dia para enganar o parolo português.

A Escócia tem uma população de 5 milhões de almas, uma dívida de 150 mil milhões de Euros, e sobretudo, um défice anual de 15 mil milhões de Euros. Com estes números, duvido que Angela Merkel aceite a adesão à União Europeia de uma “Escócia independente”. Mas os me®dia continuam a mentir.

7 comentários »

  1. Caro O.Braga, a esta sua elaboração deixa-me preocupado.
    Preocupado sim pela evidente deturpação dos factos, que considero fruto de um dia menos bom, todos temos, e que sem desnecessários actos de contrição no decorrer dos próximos tempos teremos oportunidade de ver a verdade emergir em próximos textos..
    Assim sem querer incomodar muito e à sua semelhança ficando-me pela actualidade, reconhecendo contudo, aos Escoceses, um passado recheado de episódios independentistas de que o referendo escocês seria o último episódio não fosse o resultado do referendo ao Brexit forçar a mais.
    Sim porque como deve estar lembrado as promessas do governo do UK de maior autonomia e não só, a não aceitação na EU de uma Escócia em cisão contenciosa, tudo fizeram para levar os escoceses a pôr a marinar a vontade de se autonomizarem e a manterem-se por proxy inseridos num todo maior a EU, seu verdadeiro objectivo.
    Na sequência deste último referendo em que por vontade alheia, aliás dos mesmos de quem se queriam separar, se vêem a caminho de paraísos desconhecidos, alheios aos seus projectos e de que a pertença à EU é parte fundamental, é natural que pretendam corrigir para o rumo que a votação dos seus 62% aponta.
    Não deixa de ser nem mais que a aplicação do tão agitado leitmotif “TAKING BACK CONTROL”.
    Sendo os Merdia o que são, lembro-lhe a necessidade em não nos transformarmos em mata-moscas.

    Comentar por Nulo (@Nulo_x15) — Terça-feira, 28 Junho 2016 @ 1:11 pm | Responder

    • Meu caro, vamos deixar de lado o discurso sinuoso de quem pretende parecer dizer muita coisa importante: vamos aos factos, e de uma forma simples que todos entendam. Deixemos o discurso gongórico das palavras complicadas que nos dão a ilusão de alvará de inteligência.

      1/ para que a Escócia entre para a União Europeia, tem que ser independente; e tem que ter uma moeda própria (em primeiro lugar). Essa moeda não pode ser pode ser a Libra.

      2/ para que a Escócia entre para a União Europeia e para o Euro, tem que ter um programa de austeridade tão forte e destruidor, que qualquer escocês com inteligência mediana prefere continuar no Reino Unido.

      É que não sai de e entra na União Europeia e do Euro quem quer: sai e entra quem pode!

      Estes são os factos. Atenha-se a eles, e deixe lá as suas conjecturas subjectivas acerca da minha pessoa.

      Comentar por O. Braga — Terça-feira, 28 Junho 2016 @ 1:26 pm | Responder

  2. A Escócia quererá voltar a referendar a independência porque dias antes do referendo que ditou a sua permanência no Reino Unido a União Europeia prestou-se à chantagem que ajudava o então “grande cliente” Reino Unido – afirmou perentoriamente que se a Escócia se tornasse independente não poderia fazer parte da UE. A par da negação de uma permanência na Libra, também uma pretensa adesão à UE lhes foi barrada. Estas foram as duas grandes bandeiras que influenciaram decisivamente o resultado do referendo.
    Sendo que uma destas duas bandeiras ardeu passados menos de 12 meses, é natural que os Escoceses queiram voltar atrás, visto sentirem que pouco ou nada lhes vale (economica ou politicamente) fazer parte do R.U.

    Comentar por Green Street Hooligan — Terça-feira, 28 Junho 2016 @ 6:40 pm | Responder

    • A questão não é essa. Eu vou repetir devagarinho, como se fôssemos todos muito burros:

      1/ A Escócia gasta mais 15 mil milhões de Euros (por ano) do que aquilo que paga em impostos. Chama-se a isso “défice do Estado”.

      Se você souber inglês, leia :

      https://goo.gl/pF5iqj

      http://goo.gl/A9i6DJ

      O défice da Escócia é de 9% do PIB.

      2/ se a Escócia pretender entrar para a União Europeia, terá que entrar directamente para o Euro — porque não é possível à Escócia ser independente e, simultaneamente, utilizar a libra esterlina (seria como se Portugal fosse independente de Espanha e utilizasse a peseta. Capice?)

      Para entrar directamente no Euro, a Escócia teria que ter um défice inferior a 3%. Ou seja, a Escócia teria que entrar por um programa de austeridade violento imposto pela União Europeia, coisa que o Reino Unido não lhe impõe.

      Comentar por O. Braga — Terça-feira, 28 Junho 2016 @ 7:02 pm | Responder

      • Não vou ler o que escreveu após a primeira frase, não vale a pena. Provavelmente devia escrever um diário (em vez de um blogue), guarda-lo debaixo da almofada e mostra-lo apenas à sua fada madrinha: assim não teria que partilhar as suas ideias com pessoas burras como eu. Aliás, no “meu querido diário” não existe caixa de comentários… é tudo muito mais higiénico e narciso, o Orlando pode debater consigo próprio e assim talvez consiga viver sem o azedume que parece que o persegue.

        Comentar por Green Street Hooligan — Terça-feira, 28 Junho 2016 @ 9:11 pm

      • Vai para a grande puta que te pariu, seu filho de uma grande puta! Seu panasca de merda!

        Comentar por O. Braga — Terça-feira, 28 Junho 2016 @ 10:16 pm

      • Não vai ler porque não consegue responder. xD Quanto mais educado mais filho da puta.

        Comentar por Eu Mesmo — Quarta-feira, 29 Junho 2016 @ 3:01 pm


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.