perspectivas

Sábado, 4 Junho 2016

O Anselmo Borges, o Chiquitito e a Jihad cristã

 

O Anselmo Borges escreve aqui um artigo acerca da “resistência ao papa Chico”; segundo ele, na Igreja Católica existem os maus e os bons: os bons, são bons porque são bons; e os maus são maus, porque sim!. Os critérios de “bondade” e de “maldade” dependem da nossa emoção de esquerdistas, da nossa sensibilidade progressista e da nossa interpretação e susceptibilidade subjectivas.

É claro que o Anselmo Borges não falou — porque é uma evidência, e o que é evidente nem merece menção — na recente comparação que o Chiquinho fez entre a Jihad islâmica de conquista violenta, por um lado, e o a acção evangélica dos primeiros apóstolos cristãos na Europa, por outro lado. Para o Chiquitito, S. Mateus é uma espécie de Bin Laden:

“Today, I don’t think that there is a fear of Islam as such but of ISIS and its war of conquest, which is partly drawn from Islam. It is true that the idea of conquest is inherent in the soul of Islam. However, it is also possible to interpret the objective in Matthew’s Gospel, where Jesus sends his disciples to all nations, in terms of the same idea of conquest”. (Pope Chiquitito).

dalai-lama-refugiadosPara um cristão, é triste saber que S. Tiago, por exemplo, foi um jihadista perigoso e violento que se fez explodir em Compostela, matando centenas de pessoas. A virtude deste papa é a de nos chamar à atenção para a mediocridade de todas as religiões, dado que são todas iguais.

Um exemplo de que o Chiquitito tem razão, em relação à merda das religiões, foi o facto de o Dalai-lama ter afirmado que “a Alemanha é dos alemães” e que “já há imigrantes a mais na Europa”.

¿Então faxisto?!

Anda o “irresistível Chicutito”, do Anselmo Borges, a apelar ao sentimento maternal frustrado das mulheres europeias sem filhos, no sentido de acolher os homens imigrantes muçulmanos em idade militar, ¿e vem agora um budista fedorento qualquer, dizer que “a Alemanha é dos alemães”?! Catixa!

O Anselmo Borges tem razão numa coisa: o Chico é irresistível para os ateus. Não conheço nenhum ateu ou maçon que não ande feliz com ele — o que significa que vamos ter a Igreja Católica cheia de ateus convertidos.

O Chiquitito vai operar uma espécie de “milagre das rosas”, transformando ateus em apóstolos cristãos: ele vai conseguir o que nem Jesus Cristo conseguiu: o que é preciso é ter fé no papa Chiquinho.

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

site na WordPress.com.