perspectivas

Sábado, 7 Maio 2016

Fernando Desnamora

Filed under: A vida custa — O. Braga @ 10:28 am

 

“Uns camponeses muito burros, muito burros, com uma courela para trabalhar muito burros, muito burros que não dão sustento e que, ou vendem a courela e se sustentam da sua venda antes de morrerem sem sustento porque ficam sem a courela para trabalhar muito burros, ou lavram a courela muito burros sem na vender e morrem de fome porque a burrice é muito pobre, muito pobre, que não dá sustento”.

Fernando Desnamora (“Portugal na CEE”)

Advertisements

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.