perspectivas

Quinta-feira, 7 Abril 2016

¿Por que razão a Sociedade S. Pio X divergiu do Concílio do Vaticano II?

Filed under: cultura — O. Braga @ 11:31 am
Tags: , , ,

 

O papa Chico recebeu esta semana D. Bernard Fellay, o superior geral da Sociedade S. Pio X. Naturalmente que voltaram a surgir, nos me®dia, os convites do Chico para que a SSPX aceitasse o Concílio do Vaticano II. Afinal, ¿qual é a divergência da SSPX em relação ao Concílio do Vaticano II?

Existem divergências formais ou de conteúdo.

As divergências formais têm a ver com os símbolos (a liturgia); o Concílio do Vaticano II está imbuído de uma visão hegeliana da História que transforma os símbolos religiosos em meros sinais que podem ser mudados a qualquer momento e de forma arbitrária, dependendo do Zeitgeist (a imanência do Concílio do Vaticano II).

A divergência de conteúdo tem a ver com questão da “consciência” no ser humano.

Uma das razões por que eu não gosto de Kierkegaard é a noção dele (kantiana) segundo a qual “a verdade absoluta é sempre uma verdade individual”. O Concílio do Vaticano II levou esta noção ao extremo quando adoptou basicamente todos os preceitos da Nova Teologia, que faz com que o conceito de “verdade” se pulverize e se atomize.

Grosso modo, a noção de “verdade”, segundo o Concílio do Vaticano II, é a seguinte: “Cada indivíduo tem a sua verdade absoluta que é igual à verdade absoluta de qualquer outro”.

É dentro deste espírito do Concílio do Vaticano II que surgem criaturas como o Frei Bento Domingues e o Anselmo Borges, e em última análise, o papa Chico. Dentro desta concepção de “verdade”, o papa Chico estabelece um diálogo dito “ecuménico” com toda a espécie de gente (porque, alegadamente, “a verdade absoluta é de cada um”), recebe amistosamente no Vaticano maçons, pederastas e muçulmanos radicais, critica o capitalismo mas nunca criticou Fidel Castro, etc..

Para a Sociedade S. Pio X, a verdade e o bem são objectivos, e não meramente subjectivos. E na linha de S. Tomás de Aquino, a liberdade do ser humano consiste em escolher (ou não) essa verdade objectiva que implica o bem.

Ou seja, para o Sociedade S. Pio X, o Bem coincide com o Justo; mas para o Concílio do Vaticano II e para o papa Chico, o Justo é universal e o Bem é privado.

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.