perspectivas

Sábado, 14 Fevereiro 2015

Quem não caminhar cinco quilómetros por dia não terá direito ao Serviço Nacional de Saúde

Filed under: Política,politicamente correcto — O. Braga @ 12:41 pm
Tags: ,

 

Imagine o leitor a seguinte notícia:

“David Cameron, o primeiro-ministro do Reino Unido, afirmou que o cidadão que não caminhar cinco quilómetros por dia não terá direito a acesso aos serviços de saúde do Estado.

Mais defendeu que só aqueles cidadãos que fazem jogging diário terão direito a eventuais cirurgias gratuitas.

E afirmou também que as profissões que exijam que uma pessoa permaneça sentada grande parte do dia — por exemplo, os informáticos, ou os pilotos de avião — tenham que pagar taxas acrescidas quando se dirijam a qualquer instituição do Serviço Nacional de Saúde”.

Agora, vamos à  notícia real: David Cameron defende que as pessoas obesas que recusem tratamento deixam de ter direito a benefícios do Estado (Serviço Nacional de Saúde, subsidio de desemprego, etc.)

O princípio mórbido não são os obesos mas a opinião de David Cameron; e esse princípio utilitarista já está na notícia: a seguir, esse princípio poderá ser aplicado a qualquer cidadão, a qualquer pretexto. Isto é o “liberalismo” actual — também de Passos Coelho —  que se confunde com o politicamente correcto ou marxismo cultural.

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: