perspectivas

Terça-feira, 28 Janeiro 2014

Os novos fascistas

 

Hoje saíram dois artigos de pressão política sobre o presidente da república: um do neofascista Miguel Romão, e outro do neofascista André Abrantes Amaral. E são neofascistas porque recusam liminarmente os mecanismos da democracia que incluem a figura do referendo.

Nenhum deles parece estar preocupado com o facto de nenhum partido dos dois que compõem o governo, e a maioria actual no parlamento, ter inserido no seu programa de governo a questão da adopção de crianças por pares de invertidos. Os neofascistas estão se cagando para a democracia.

Quando temos um professor de Direito que escreve isto, ficamos com a ideia clara da razão por que o Direito, neste país, se transformou em uma ideologia política.

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: