perspectivas

Segunda-feira, 28 Outubro 2013

É inevitável: o Carrilho vai ser crucificado pelo politicamente correcto

 

anjos e demonios 600 web

A culpa é sempre do homem: parte-se do princípio de que o homem não é pai dos filhos da mulher, e por isso não tem que se preocupar com as crianças. E perante o estado de embriaguez endémico da mulher, o politicamente correcto defende a ideia segundo a qual, quando colocado perante uma mulher alcoólica, o homem deve pura e simplesmente abandoná-la e abandonar os filhos — porque parte-se do princípio de que “os filhos são da mulher”.

Mas se o homem abandona a mulher alcoólica e os filhos, aparecem parangonas nos jornais: “Crápula abandona pobre mulher alcoólica inveterada entregue aos filhos”. A culpa é sempre do homem: preso por ter cão, e preso por não ter. À mulher tudo é permitido. Uma mulher só sofre censura nos me®dia quando é alvo de crítica por parte de outra mulher. Qualquer crítica social — que não seja política ou partidária — de um homem em relação a uma mulher é sempre suspeita de “machismo”.

Na perspectiva do politicamente correcto, a palavra da mulher vale sempre mais do que a palavra do homem. Funciona aqui o princípio da “tolerância repressiva” de Marcuse: tudo o que é dito pela mulher é verdadeiro, e tudo o que dito pelo homem é falso. Por exemplo, a única forma de acusar uma mulher de infidelidade conjugal (que parece não ser o caso) é tirar-lhe uma fotografia com outro homem na cama; mas basta uma suspeita qualquer em relação ao homem — por exemplo, um SMS de uma outra mulher num telemóvel — para que a infidelidade do homem seja automática e objectivamente assumida pelos me®dia que formatam a opinião pública.

O Carrilho está a provar do veneno que ele próprio ajudou a semear na cultura. Que lhe faça bom proveito.

1 Comentário »

  1. […] bem dizia que era inevitável: quem se mete com o politicamente correcto, […]

    Gostar

    Pingback por Eu não disse?! | perspectivas — Quarta-feira, 30 Outubro 2013 @ 9:17 am | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta para Eu não disse?! | perspectivas Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: