perspectivas

Quarta-feira, 23 Outubro 2013

A total inversão da lógica e dos valores, ou o perigo orwelliano do Partido Socialista

 

O PSD propõe que seja feito um referendo sobre a co-adopção por homossexuais (ler a notícia aqui). A deputada homofascista do Partido Socialista, Isabel Moreira, emite a seguinte opinião:

1984«“Encaro este projecto de resolução [JSD] com enorme surpresa, porque todos assistimos à apresentação de um diploma que prevê a adopção do filho do cônjuge ou do unido de facto em casais do mesmo sexo, que foi aprovado na generalidade; e todos assistimos também a uma ampla discussão na especialidade, com a criação de um grupo de trabalho para esse efeito, tendo a presidência da deputada do PSD Carla Rodrigues, que está de parabéns, porque fez um trabalho intenso e difícil.”

“Agora encontraram este estratagema de aparecer com uma proposta de referendo, que é um acto antidemocrático e pouco leal do ponto de vista político”, acusou a deputada socialista.

Segundo Isabel Moreira, a iniciativa da JSD é antidemocrática "porque a Assembleia da República é a sede da tomada de decisões legislativas, sobretudo de decisões complexas como esta [da co-adopção], que implicam uma abordagem de vários pontos de vista científicos e jurídicos".

"Por outro lado, há uma questão de direitos fundamentais, que é o direito de ter uma mãe ou um pai. Referendar direitos fundamentais é a negação da democracia", advogou a deputada constitucionalista da bancada do PS.»

Por aqui podemos ver o alto perigo em votar no Partido Socialista. Não se trata de um mero risco: é um perigo iminente. Um partido que afirma publicamente que “um referendo é anti-democrático” é um partido mais extremista do que o Partido Comunista que já defendeu, por diversas vezes, a realização de referendos.

O Partido Socialista actual é (ainda) mais perigoso do que o Bloco de Esquerda, porque este último já não engana ninguém. A linguagem orwelliana na política foi transferida do Bloco de Esquerda para o Partido Socialista.

Vemos isto mesmo quando a deputada homofascista e socialista Isabel Moreira utiliza o argumento do “direito de uma criança ter pai e mãe” para defender que se retire à criança esse mesmo direito através da adopção gay (pensamento duplo). Isto é absolutamente orwelliano!

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: