perspectivas

Segunda-feira, 7 Outubro 2013

João César das Neves e “o admirável ajustamento português”

 

No tempo do caudilho galego Franco, em Espanha existia um estribilho que dizia assim: “Yo no tengo una Peseta, pero tengo un Franco!”. João César das Neves diz agora assim, em relação ao Zé Povo: “Eu não tenho um caracol, mas estou no Euro!”.

Para João César das Neves, o “ajustamento” até à miséria justifica-se em nome da permanência no Euro. Viver não é preciso; estar no Euro é preciso. E tudo justifica o Euro, incluindo a promoção da miséria a que ele chama de “ajustamento”. “Ajustamento” é um eufemismo para a “fome”.

Diz o João César das Neves que o “ajustamento” das pensões de sobrevivência é "heróica" — diz ele que os reformados com pensões de sobrevivência, e que vão sofrer mais cortes, são heróis. E mais: a emigração é coisa boa, porque favorece o “ajustamento”. Tudo o que favoreça o “ajustamento” é bom, mesmo que isso signifique o desaparecimento de Portugal.

Viva a merda do “ajustamento”!

os puritanismosMas João César das Neves vai mais longe: se o Tribunal Constitucional vetar leis que transformem um reformado em um sem-abrigo, então o Tribunal Constitucional é corporativo, inflexível e contra o admirável “ajustamento”. É preciso aumentar o número dos sem-abrigo em Portugal em nome do heróico “ajustamento”. E, por outro lado, é preciso aumentar o número de suicídios dos velhos, mesmo que o João César das Neves, como bom católico, hipocritamente seja contra a eutanásia.

E depois, João César das Neves utiliza a táctica tenebrosa de Passos Coelho: dividir para reinar: jovens contra velhos, desempregados contra empregados, funcionários públicos contra funcionários do sector privado, mulheres contra homens — e tudo isto em nome do “ajustamento”!

João César das Neves deveria ter um poucochinho de vergonha na cara. Mas com uma testa minguada e com umas orelhas minúsculas e proto-históricas como as dele, a intuição da vergonha não existe — porque a vergonha é intuitiva, e a intuição é humana.

Bardamerda para este ajustamento!

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: