perspectivas

Quinta-feira, 2 Maio 2013

Camaradas do Bloco de Esquerda! Vamos proibir aos homens mijar de pé!

Camaradas!

Nas sociedades progressistas e avançadas, os homens vão ser proibidos de mijar de pé – porque um homem que mija de pé é um misógino e não tem respeito pelas mulheres. Por isso, é nossa obrigação, como progressistas, não só propor uma lei na assembleia da república que proíba os homens de mijar de pé (em casa como em qualquer sítio público), mas também criar um sistema de vigilância que detecte qualquer prevaricador que não mije sentado como as mulheres.

A igualdade entre as mulheres e os homens exige que estes sejam punidos se mijarem de pé. O acto de mijar de pé é uma afronta à igualdade entre géneros, é uma manifestação cultural de machismo. Um homem que mija de pé é um marialva e um reaccionário. A partir de agora, passam a existir duas categorias de homens: os de esquerda, que mijam sentados, e os reaccionários da direita, que mijam de pé. E, como é evidente, os homens de esquerda têm sempre razão, e os da direita estão sempre errados.

É preciso devolver à mulher a dignidade perdida com o aparecimento do homo sapiens, que é o principal inimigo a abater. Foi o homo sapiens que instituiu a cultura de mijar de pé e, assim, afrontando e humilhando a mulher; e por isso, é esse animal irracional que deve ser combatido e destruído!

Instituindo o costume bíblico de mijar de pé, a tradição reaccionária e religiosa pretendeu, nada mais nada menos, do que humilhar a mulher ao pretender afirmar uma diferença que não existe de facto. É uma evidência que qualquer diferença entre o homem e a mulher é apenas e só uma construção social; e mijar de pé é, por isso, também uma construção social e cultural. Trata-se de um estereótipo machista. Além disso, o acto de mijar de pé é um atentado à saúde pública – ao contrário do sexo gay que é absolutamente saudável e recomendável, não sendo, de todo, um problema de saúde pública.

Camaradas! Os reaccionários não deveriam existir!. A existência de um só reaccionário na sociedade é uma anomalia da natureza, uma contradição ontológica, um imbróglio da existência e do Ser. Deve-se aos reaccionários aberrações como, por exemplo, a de se mijar de pé. Na sua condição de problema natural e ontológico, o reaccionário típico embruteceu e não consegue ver a realidade, que é a de que as diferenças entre sexos não existem e não passam de ilusões decorrentes de construções culturais e históricas. Um homem é uma mulher como qualquer outra.

A luta continua! A vitória é certa! O futuro é nosso!

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: