perspectivas

Domingo, 13 Janeiro 2013

A ambivalência e a ambiguidade do intelectual modernizado

O intelectual modernizado (*) é ambivalente quando utiliza os mesmos símbolos com finalidades opostas ou contraditórias, e é muitas vezes ambivalente nos sentimentos e emoções. Digamos que, para o intelectual modernizado, a ambivalência “fica bem”, “cai bem”, “revela inteligência”. Para um intelectual modernizado, a ambivalência é sinal de inteligência.

modernidadeA leitura de muitos livros escritos na modernidade, e principalmente livros das ideologias e/ou doutrinas políticas, quando não é apoiada na valorização da leitura dos clássicos, conduz a essa ambivalência que é característica do relativismo intelectual modernizado. O intelectual modernizado até pode ter lido os clássicos…“mas” — pensa ele — “não têm assim grande importância…são coisas velhas…”

Para além da ambivalência, o intelectual modernizado é ambíguo.

A ambiguidade na linguagem e no discurso foi louvada e elogiada pelos filósofos do Iluminismo e da modernidade, como por exemplo, Comte, Hegel ou Heidegger. Para o intelectual modernizado, a ambiguidade significa tolerância; e a tolerância “fica bem”, “cai bem”, “revela inteligência”. Para um intelectual modernizado, um indivíduo que não seja ambíguo, é burro.

Vejamos este texto do “intelectual cheio de livros” Viegas acerca da bebedeira da deputada do Partido Socialista, Glória Araújo:

“Parece que, a fim de assinalar o seu aniversário, uma senhora deputada ultrapassou tanto a barreira do decoro (extraparlamentar) como a da lei, e foi apanhada a conduzir manifestamente alcoolizada, com uma taxa de 2,41. É bastante.
Segundo pude ler nas chamadas ‘redes sociais’ ou na imprensa (e ouvir na esplanada), parte do país está chocada com a sua atitude irresponsável e, aqui e ali, exige-se severidade e, para já, um pedido de desculpas à nação.
Glória Araújo (que nunca invocou a sua qualidade de parlamentar) não vai ter a vida fácil, até porque cometeu um crime: quando os portugueses descobrem a sua veia moralista costumam ser excessivos; tanto quando descobrem a sua veia alcoólica.
Tenho pena que isso tivesse acontecido desta forma e preferia que a senhora deputada tivesse tomado as suas bebidas sem guiar o carro a seguir. Farto de economia & finanças, o país precisa de beber um pouco. Podia ser um pouco menos – mas os padrões de Glória são elevados.”

Se analisarmos o blogue inteiro, quase todos os verbetes são imbuídos de ambiguidade e ambivalência: trata-se de um fenómeno volitivo e consciente. Confunde-se ambiguidade e ambivalência, por um lado, com complexidade, por outro lado — (complexidade = ambiguidade + ambivalência).

A ambivalência reflecte-se na noção segundo a qual “é crime… mas….não obstante… todavia… ainda assim…de outra sorte… e a solidariedade?… e o amor?… e o humanismo?…” E a ambiguidade nega e/ou recusa um claro e positivo juízo de valor em uma situação concreta: “ela conduzia bêbeda… pois…mas vejamos…o país precisa de beber um pouco…foi pena…eu preferiria que ela fosse bêbeda de outra maneira… não sejamos radicais… tolerância precisa-se…”.

(*) A modernização é um processo de acumulação cultural permanente que não se restringe ou se reduz à “modernidade” entendida como delimitação histórica e/ou cronológica. Um moderno de hoje é diferente de um moderno de há 50 anos, por exemplo. A esse processo contínuo de acumulação cultural — desprovido de qualquer diferenciação qualitativa relevante em relação às características culturais essenciais do modernismo —, podemos chamar de “modernização”.

Anúncios

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: