perspectivas

Domingo, 19 Fevereiro 2012

A inversão revolucionária da moral

Filed under: A vida custa,aborto,ética,cultura,Esta gente vota,me®dia — O. Braga @ 10:05 am

O Cardeal Colorido

Este texto do Padre Nuno Serras Pereira é revelador de um fenómeno cultural, no mínimo, preocupante: quem hoje critica e condena moralmente o aborto é considerado um “radical religioso e perigoso de extrema-direita”.

Não se trata de uma mera opinião em relação a quem critica o aborto: antes, trata-se cada vez mais de uma posição oficial e instituída pelas elites e pelo Estado através dos me®dia : quem é contra o aborto passa a ser uma espécie de “terrorista em potência”. Um dia destes será possível ver os serviços secretos a investigar os cidadãos Pró-Vida.

Vivemos num mundo cada vez mais irracional: quem defende a vida humana passou a ser alguém “perigoso” e “radical”; passa nos me®dia a ideia segundo a qual “é preciso ter muito cuidado com os perigosos radicais que defendem a excepcionalidade da vida humana”. O absurdo toma conta da realidade.

O mais grave é que alguns sectores da Igreja Católica portuguesa — por exemplo, a Rádio Renascença que depende directamente do “arcebispo colorido” — patrocinam subrepticiamente o encurralamento político e cultural de pessoas que defendem apenas a validade racional do senso-comum.

A ler: o que é a mente revolucionária?

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: