perspectivas

Quinta-feira, 15 Setembro 2011

A crença no cepticismo

Descobri em um artigo na Internet uma frase escrita por um “filósofo” naturalista americano (não me lembro agora do nome dele) que diz o seguinte:

“Não acredito na ciência; a ciência é a única defesa em relação às crenças”.

O dito “filósofo” pensa ter afirmado uma grande coisa, mas não se deu conta de que a segunda parte da sua proposição contradiz a primeira.

Enquanto a ciência não se convencer de que não pode reduzir o conhecimento humano ao que se passou apenas depois da revolução burguesa de 1789, talvez comece a entrar pelo bom caminho.

Leibniz tem uma pergunta e uma proposição lapidares: “Por que há algo, em vez de nada?”; e : “nenhum facto pode ser verdadeiro ou real, ou nenhum juízo pode ser correcto, sem uma razão suficiente”.

Se “há algo em vez de nada”, é impossível Não-Ser e é impossível não crer em alguma coisa — quanto mais não seja, tem que se crer que não se crê. Isto é tão básico que até um filósofo naturalista terá capacidade de compreender…

A “razão suficiente” não é apenas uma causa natural. A “razão suficiente” é algo intrinsecamente racional, ou seja, inteligente; e é a razão pela qual “há algo em vez de nada”.

Se perguntarem a um cientista contemporâneo se sabe quem foi Leibniz, ele provavelmente responderá que o cálculo infinitesimal foi “inventado” por Newton.

Anúncios

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: