perspectivas

Quinta-feira, 12 Maio 2011

Os apoiantes do PSD do Pernalonga andam com medo dos telhados de vidro

O António Balbino Caldeira está a fazer uma grande confusão: o Pernalonga não é Paulo Portas.

O Pernalonga é aquele que viabilizou vários PECs com o Pinóquio em vez de ter mandado vir logo o FMI, como, aliás, a Manuela Ferreira Leite tinha defendido desde o célebre dia de Maio de 2010, em que Pinóquio afirmou que “o mundo mudou”.

Em termos práticos, o PSD do Pernalonga ligou-se ao Pinóquio pelas traseiras (salvo seja) durante um ano, PECs sobre PECS, acordos atrás de acordos…

Se alguma coisa a experiência já nos demonstrou, é que existem duas organizações muito parecidas na política portuguesa: o Partido Socialista do Pinóquio, e o PSD do Pernalonga. Nada de confusões.


(nota: o próximo governo terá de ser de iniciativa presidencial. José Sócrates é uma carta fora do baralho).

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: