perspectivas

Terça-feira, 1 Fevereiro 2011

O “triple blind” egípcio

Filed under: globalização,Política — O. Braga @ 8:03 am
Tags: , , , ,

Enquanto que a Aljazeera incentivava o ódio entre a população egípcia, o preço do petróleo em bruto aumentava, e o Catar, onde está sediada a Aljazeera, vê assim aumentar os seus lucros como produtor de petróleo e gás natural. Entretanto, Mubarak mandou fechar os escritórios da Aljazeera no Cairo. Ou seja: a mais remota possibilidade de a Irmandade Islâmica egípcia poder chegar perto do Poder fez disparar o preço do petróleo, na medida em que o canal do Suez é controlado pelo Egipto.

No Egipto temos hoje uma situação de triple blind : Mubarak, Elbaradei e/ou a Irmandade Islâmica.

Elbaradei representa a nova ordem mundial, de Rockefeller, George Soros e do grupo de Bilderberg. A Irmandade Islâmica representa o integrismo radical e o integralismo islâmico. Mubarak e o seu grupo de militares e políticos representam o nacionalismo egípcio.

A administração de Obama tem falado sucessivamente em transição para a democracia no Egipto. Naturalmente que ou Obama é estúpido, ou então está a tentar enganar a opinião pública. O único país de maioria muçulmana que tem um esboço de democracia parlamentar é a Turquia, e mesmo assim à custa de uma brutal repressão em relação aos radicais islâmicos. De certa forma, o regime turco restringe e limita a acção natural do próprio Islamismo, que tem uma natureza política e de princípio de ordem. Retirar a política do Islamismo é retirar-lhe a alma.

O peão de brega de Obama e dos globalistas, Elbaradei, é uma tentativa da quadratura do círculo, e demonstra uma perigosa irresponsabilidade política a que a elite de Bilderberg nos tem habituado. Obama e os seus capangas têm retirado à política externa americana a pouca credibilidade que ainda restava.

A Irmandade Islâmica egípcia controla, de uma forma directa, entre 20 a 30 porcento da população do país. Quem tem uma mínima noção do que é um movimento de massas, sabe que o discurso radical e populista pode rapidamente fazer subir esta percentagem para números perigosos para a estabilidade política da região e do mundo. Depois de aberta a caixa de Pandora, não serão alguns milhares de técnicos e de tecnocratas da classe média/alta, ou mesmo os jovens imberbes que se manifestam nas ruas do Cairo que vão parar o processo de radicalização islâmica do país.

Em suma: Elbaradei não serve, a Irmandade Islâmica muito menos, e Mubarak não é bem-quisto. Resta a única solução razoável: a saída de Mubarak com a sua substituição por outra personalidade do partido do poder, e uma progressiva mas lenta abertura política do regime. A alternativa a isto é a guerra na região, e quiçá um conflito mais alargado.

3 comentários »

  1. Teocracias pipocam no Oriente Médio, do Iraque ao Líbano(este último sob controle de Hezzbollah). Lembrando que o Hamas ganhou eleições na palestina e só não assumiu o poder de forma total devido a intervenção constante militar Israelense.

    O lado bom disso é que nasce uma realidade que mostra definitivamente que o multiculturalismo e niilismo de esquerda não é páreo para o islão.

    Há de lembrar que no mundo islâmico xiita(Irã, Iraque e Líbano) a figura do rei-sacerdote permanece viva. O que há de comum entre Moqtada AlSadr, o lider do hezzbollah e o iraniano Khāmene’i? São descendentes de Maomé.

    Gostar

    Comentar por shâmtia ayômide — Terça-feira, 1 Fevereiro 2011 @ 1:54 pm | Responder

  2. ********
    1. O Hamas ganhou as eleições na Faixa de Gaza, mas não em toda a Palestina, embora a Faixa de Gaza seja mais populosa do que a Margem Oeste. A Fatá ganhou as eleições no resto do território (West Bank), mas não nos devemos esquecer que foi o Hamas que provocou a divisão política dos palestinianos.

    2. Existe, de facto, uma aliança Marx / Maomé.

    Gostar

    Comentar por O. Braga — Terça-feira, 1 Fevereiro 2011 @ 8:42 pm | Responder

  3. Meu caro, não alinho nada, mesmo nada com o fundamentalismo islamico.

    Mas com esta é que os globalistas do capitólio não estavam a contar.

    A história não para, está sempre em movimento e prega partidas aos homens.

    Digo-lhe mais, apesar do extremismo islamico que possa vir do Egipto não ser nada de bom, no caso de ser implementado um teocracia, não sei o que será melhor:

    – se continuarmos a fingir que esta tudo bem no mundo, que não existe um plano de dominação mundial sionista-judaico que emana dos EUA, e que nos considera mercadoria humana, meros carneiros.

    – ou se não será melhor que este gente tome conta do Egipto, para assim juntamente com a Russia e China impedirem a elite globalista de levar a sua adiante.

    Entre as duas prefiro a segunda, falá-se da ameça do fundamentalismo islamico, bem se eles se lembrarem de se de invadir as nossas terras nos cá estaremos para nos defender.

    Agora que não me metam a mim Português nesta guerra contra o terror, que os americanos compraram fruto das politicas que levaram a diante nos ultimos anos.

    El-Baradei dá-m vontade de rir, ninguem o coneçe no Egipto, é um desconhecido, mas no meio disto tudo, quando vejo, aqueles individuos pedirem democracia, por vezes até tenho pena da ignorancia deles.

    Esta gente pensa realmente que a democracia é algo puro, não sabem eles que no fundo as democracias ocidentais, se não todas, grande parte não passam de ditaduras partidárias e de escolhas condicionadas, em que nos dão a escolher entre duas opções, qual delas a pior, e falo por Portugal, e tanto uma como outra alinhada com os globalistas que referiu.

    Vamos andando e vamos vendo.

    Em relação ao seu site/blog, já o sigo há bastante tempo, digo-lhe, você é um iluminado, não há muita gente em Portugal com os conhecimentos e com a bagagem cultural e intelectual que você evidencia e que é notória nos seus post’s.

    Cumprimentos.

    Gostar

    Comentar por Pinheiro — Quarta-feira, 2 Fevereiro 2011 @ 9:25 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: