perspectivas

Terça-feira, 21 Dezembro 2010

Quando a esquerda radical se junta ao clube de Bilderberg

Clique p/ ler a notícia nos merdia




Os “aquecimentistas” globais seguem a estratégia da dialéctica marxista: se faz calor, é o aquecimento global; se as temperaturas descem a -19º Celsius, também é consequência do aquecimento global. Naturalmente que para justificar a dialéctica aquecimentista, os dados científicos e estatísticos são manipulados e enviesados. Ou seja: quer queiramos ou não, quer faça sol ou neve, caminhamos para o aquecimento global — mesmo que o sol deixe, um dia, de brilhar.

Ainda há pouco tempo, Al Gore dizia que “os meus bisnetos não irão saber o que é a neve”; e os me®dia publicavam com afã as suas palavras. Podemos ver aqui em baixo um link (clique na imagem) para um artigo publicado em 2000: “A neve é coisa do passado”.

Os me®dia são o veículo privilegiado da propaganda aquecimentista, principalmente os me®dia controlados por duas famílias: os Rothschild e os Rockefeller. A coincidência de opiniões entre o grupo de Bilderberg e a esquerda mais radical, no que diz respeito à falácia aquecimentista, tem a ver com a cultura, por um lado, e com a população do planeta, por outro lado: ambos os tipos de organização defendem, por razões diferentes, uma redução drástica da população mundial.

Juntou-se a “fome” com a “vontade de comer”, ou “Les bons esprits se rencontrent” :

  • Para a esquerda radical, o aquecimentismo é um instrumento político e cultural de combate às religiões universais que são contra o aborto — é uma das formas de materialização da estratégia de combate cultural de Gramsci.
  • Para os Bilderbergers, o aquecimentismo é uma forma de promover a sinificação globalista (sinificação = transformar o mundo numa enorme China, com uma política de restrição dos nascimentos e com dois sistemas em cada país : ditadura interna, escravatura externa). No esquema dos Bilderbergers, a esquerda radical teria o seu papel de liderança interna a desempenhar em cada país.

À medida em que as pessoas vão ficando mais esclarecidas sobre as diversas intenções convergentes dos aquecimentistas, vão deixando de consumir os me®dia. É o meu caso: salvo excepção, não compro jornais. Se toda a gente fizesse isso, os me®dia iam à falência ou teriam que abandonar a narrativa tremendista e apocalíptica (sinal do gnosticismo moderno) do aquecimentismo global antropogénico.

1 Comentário »

  1. Eles continuam, continuam com a lenga lenga do aquecimento global, agora perante as evidências climáticas nada abonatórias do “esquentamento global”, mudaram o nome para “Alterações climáticas”, à dois anos atrás diziam que cada vez menos se distinguiam as estações umas das outras, resultante do tal “esquentamento global antropogénico”, agora dizem que é precisamente o contrário, as estações estão cada vez mais extremas, Verões quentíssimos e secos, e Invernos rigorosos, tudo fruto do homem destruidor poluidor. Portanto o que será preciso fazer para se regular o clima, segundo a cabeça destes senhores? Inventar um imposto, que no fundo, é o verdadeiro e inconfessável objectido desta treta do “esquentamento global”, imposto que reverta para a ONU, em que os povos do dito mundo desenvolvido paguem. Primeiro culpabilizam os povos, “ligo o carro, sou um assassino ambiental, têm legitimidade de me cobrarem um imposto”, daí a propaganta do “esquentamento global” nos mérdia, atribuir e propagandear a culpabilização.
    Felizmente que cada vez menos gente se deixa manipular pelos mérdia, e vai descobrindo as verdades.E felizmente que também, graças à crise, impôr o imposto global tambem está difícil, veja-se o desfecho da tal cimeira climática o ano passado em Copenhaga, em que o representante do Tuvalu acabou com aquela brincadeira hipócrita com sua intervenção.

    Gostar

    Comentar por Luis Ribeiro — Quarta-feira, 22 Dezembro 2010 @ 11:32 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: