perspectivas

Domingo, 14 Novembro 2010

Karl Popper sobre o último livro de Stephen Hawking

« As nossas teorias científicas, por melhor comprovadas e fundamentadas que sejam, não passam de conjecturas, de hipóteses bem sucedidas, e estão condenadas a permanecerem sempre conjecturas ou hipóteses. »

Karl PopperEnsaio “Sobre o Saber e Ignorância”; discurso proferido por Karl Popper em uma conferência de 8 de Junho de 1979, no Salão Nobre da Universidade de Frankfurt-am-Main, por ocasião da atribuição do grau de Doctor Honoris Causa.

Adenda para burros: o título deste postal é uma metáfora!

Anúncios

2 comentários »

  1. Max Plank dizia que o “real da ciência é aquilo que se pode medir”,ou seja, o que não é visto não existe. Sendo assim, devemos excluir o darwinismo do pensamento científico, já que muito pouco dele pode ser conprovado através da medição. Praticamente, toda a obra de Darwin se baseia em especulações metafísicas.

    Gostar

    Comentar por Riva — Segunda-feira, 15 Novembro 2010 @ 4:19 am | Responder

  2. […] escrevi, neste postal de 4 de Novembro de 2010, o seguinte: « As nossas teorias científicas, por melhor comprovadas e fundamentadas que sejam, […]

    Gostar

    Pingback por Um exemplo de como funciona o “intelectual” contemporâneo « perspectivas — Sexta-feira, 30 Março 2012 @ 9:39 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: