perspectivas

Segunda-feira, 6 Setembro 2010

Christina Hendricks não consegue arranjar um costureiro que a vista

Filed under: cultura,Gayzismo,politicamente correcto,Sociedade — orlando braga @ 10:36 pm
Tags:

O mundo da moda tem sido controlado, desde sempre, por costureiros homossexuais. A partir dos anos 70 do século que findou, a agenda cultural e política gayzista afirmou-se no ocidente e tem vindo, desde então, em crescendo. Os estereótipos culturais que ditaram a moda feminina foram determinados e ditados por esses costureiros gays, que transformaram o ideal de beleza da mulher no ideal de beleza de um pederasta.

A mulher transformada no rapaz do pederasta

Christina Hendricks foi considerada a mulher mais sexy do mundo pela revista Esquire. Contudo, ela não consegue arranjar um costureiro que a vista (e muito menos que a dispa).

Christina Hendricks

About these ads

5 Comentários »

  1. A destruição das normais e biológicas distinções entre o homem e a mulher é mais uma área onde os esquerdistas tentam ganhar controlo como mais um passo para a sua “engenharia social”.

    Vejo muito disso quando vejo homens a vestirem-se de forma amaricada e mulheres que fazem o reverso.

    Está-se a criar uma cultura esquizofrénica.

    Comentário por Mats — Segunda-feira, 6 Setembro 2010 @ 11:06 pm | Responder

  2. As curvas dessa jovem são de facto um atentado ao feminismo!

    Comentário por Mats — Segunda-feira, 6 Setembro 2010 @ 11:07 pm | Responder

  3. Não é só uma mulher: é um monumento!

    Comentário por O. Braga — Terça-feira, 7 Setembro 2010 @ 1:41 am | Responder

  4. Os costureiros só despem homens… :lol:

    Comentário por Henrique — Terça-feira, 7 Setembro 2010 @ 10:22 am | Responder

  5. Este post faz-me lembrar uma notícia que li no ano passado

    * um casal sueco – firme crente que as distinções entre os homens e as mulheres são produto de “normas sociais” e não de algo inerente à biologia – resolveu remover os órgãos sexuais dum dos seus filhos e criá-lo como uma menina. Quando “ela” chegou à puberdade, a verdade foi revelada. “Ela” tentou reverter situação indo ao ponto de tomar químicos para ganhar um aspecto mais másculo.

    Resultado: o rapaz cresceu com graves problemas emocionais e suicidou-se na casa dos 30.

    Comentário por Mats — Terça-feira, 7 Setembro 2010 @ 9:21 pm | Responder


RSS feed para os comentários a este artigo. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

The Rubric Theme Blog em WordPress.com.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 447 outros seguidores