perspectivas

Quarta-feira, 30 Junho 2010

A direita medíocre

A direita medíocre é aquela que defende a desnacionalização do país em nome de dogmas económicos, colocando a economia a montante da cultura quando deveria ser exactamente ao contrário. Serve-se de algumas verdades decorrentes dos primeiros princípios para impôr a mentira em forma de dogma.

A direita medíocre é aquela que reconhece que o negócio da venda da VIVO aos espanhóis da Telefónica era mau para o nosso país, mas que, em nome do dogma hayekiano, o Estado português não deveria utilizar o veto da Golden Share.

A direita medíocre é aquela que, em nome do dogma, defende a aplicação dogmática daquilo a que chama “mecanismos de mercado”, fazendo com que o Estado português se alheasse da sua Golden Share e permitisse que se distribuíssem dividendos decorrentes da venda da Vivo pelos accionistas da Portugal Telecom, e ficassem na Portugal Telecom as dívidas decorrentes da expansão internacional da empresa portuguesa nos últimos dez anos.

A direita medíocre defende a privatização dos lucros e a nacionalização dos prejuízos — a direita medíocre é estruturalmente irresponsável. A direita medíocre é contra o Estado quando quer lucros através da aplicação do dogma, e a favor do Estado quando quer sacudir os prejuízos da sua responsabilidade. A direita medíocre é a grande responsável pelo estado a que chegamos.

A direita medíocre é aquela que defende o haraquiri da Portugal Telecom em nome do dogma economicista: confunde propositadamente a necessidade de “menos Estado” — que a direita responsável também defende — com a imposição de um “Estado exíguo” — que é o Estado incapaz de defender os interesses mais básicos e essenciais do país — em nome de interesses estrangeiros. A direita medíocre é iberista e fala portunhol.

5 comentários »

  1. Coloquei este postal – com o qual concordo pela efectiva demonstração da sua veracidade – no “O Insurgente”, blogue que defende a religião de Hayek (e o resto que se dane).
    Lógicamente que o postal foi apagado. Pelos vistos, quando não lhes interessa lá se vai o “mercado das ideias” e o caminho para o “mercado perfeito” com muitos agentes.
    A economia assemelha-se cada vez mais ao filistinismo do Direito, servindo-se apenas de números para ganhar uma aura de maior “legitimidade científica”. Uam coisa é certa: com tantas sumidades em economia e estamso na merda em que estamos.

    O Direito (que tudo relativiza) e a Economia (que simplifica estúpidamente o complexo) deram cabo disto.
    E dizem-se gente.

    Gostar

    Comentar por P. Marcos — Quarta-feira, 30 Junho 2010 @ 11:04 pm | Responder

  2. […] correcto,religiões políticas — O. Braga @ 7:05 am « Coloquei este postal – com o qual concordo pela efectiva demonstração da sua veracidade – no “O Insurgente”, […]

    Gostar

    Pingback por Um comentário que merece publicação em postal « perspectivas — Quinta-feira, 1 Julho 2010 @ 7:07 am | Responder

  3. […] um comportamento plano e chão, horizontal, canino. O pluralismo exacerbado defendido pela “Direita Medíocre” leva os homens a viverem cada um por si e, simultaneamente, a dar-se de razões de pensar, de agir, […]

    Gostar

    Pingback por A Europa precisa de um novo Renascimento « perspectivas — Quinta-feira, 1 Julho 2010 @ 7:52 am | Responder

  4. […] é toda igual, e enquanto o Partido Social Democrata de Passos Coelho — aquilo a que chamo de “direita medíocre” — entra agora numa deriva liberal (um dia destes o partido muda de nome), o CDS/PP assume cada […]

    Gostar

    Pingback por A diferença entre um conservador e um liberal « perspectivas — Sábado, 3 Julho 2010 @ 6:56 am | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: