perspectivas

Sábado, 22 Maio 2010

Os me®dia e a estória da criação de vida artificial

Nos últimos dias, os me®dia têm propalado a ideia de que “a ciência criou vida artificial”, referindo-se a experiências realizadas recentemente nos Estados Unidos. Os me®dia , contaminados ideologicamente pelo desejo esquerdista de uma nova ética que ninguém sabe bem o que será, exultaram de felicidade.

O que se passou na realidade é que o genoma de uma espécie de bactéria foi “montada” por computador (através da informática) e depois inserida numa outra célula já existente na natureza. A célula assim “construída” começou a “funcionar”, dividindo-se e crescendo como uma célula natural. Repito: a célula em que o genoma, programado pelo computador, foi inserido, já existia no mundo natural.

O que os me®dia intuíram desta história seria equivalente a dizer-se que ao fazer um transplante de coração, a ciência criou uma nova vida, “esquecendo-se” que o doente do coração já existia antes do implante do novo coração.

O que assistimos foi a um êxito da técnica e não propriamente a uma revolução científica.

A micro-bactéria semi-sintética assim construída não é, em absolutamente nenhum sentido, alterada no seu estado natural.

Da mesma forma que alguém pode facilmente copiar o conteúdo deste postal sem entender patavina do eu aqui escrevo, também se pode replicar ou copiar um micro-organismo sem se perceber verdadeiramente o seu significado intrínseco. Foi o que aconteceu na realidade com a nova técnica, que os me®dia dizem ser “a criação de vida artificial”.

Dando outro exemplo, seria como se alguém dissesse que “a construção de um foguetão é uma coisa extraordinária porque a ciência criou todos os materiais usados na sua construção, não partindo de nenhuma base natural e pré-existente”. Só os me®dia merdosos se lembrariam de um argumento destes !

Ao contrário do que os me®dia propalaram, a nova técnica pode trazer grandes problemas a nível do bio-terrorismo; especialistas em combate ao terrorismo são de opinião de que a nova técnica pode trazer novas ameaças, com organizações terroristas a utilizá-la para criar micróbios ou espalhando doenças letais. A nível ambiental, a nova técnica pode causar estragos irreparáveis no meio ambiente, embora se diga que ela não será utilizada fora dos laboratórios americanos.

1 Comentário »

  1. […] Os me®dia e a estória da criação de vida artificial « perspectivas […]

    Gostar

    Pingback por Leituras para hoje, May 23, 2010 – hora absurda 7 — Domingo, 23 Maio 2010 @ 3:33 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: