perspectivas

Domingo, 16 Maio 2010

A fé racional e a razão da fé

Santo Agostinho dizia que as descobertas da ciência não anulam os fundamentos da fé. São Tomás de Aquino sublinhava o valor da razão na auto-afirmação da fé — o que não significou todavia que este desse primazia à razão sobre a fé. Contudo, estas duas formas de ver a relação entre a fé e a razão foram consideradas por muitos, e até hoje, como sendo incompatíveis.

João de Salisbúria acrescentou-lhe uma visão mas pragmática (no bom e tradicional sentido) quando defendeu a ideia de que Aristóteles pode ser contestado em lógica, e que o respeito pelos autores antigos (os “antigos” entendidos aqui no sentido da autoridade de direito inerente àquilo que era antigo, e em coerência com a veneração romana do passado fundacional) não devia impedir o exercício crítico da razão. Ao mesmo tempo, ele considerava a lógica — e portanto, a razão — em si mesma “exangue e estéril” quando entendida fora do sentido da fé.

O Papa Bento XVI segue a tradição que, neste particular, conjuga e concilia Santo Agostinho e São Tomás de Aquino, corroborando simultaneamente o pragmatismo de João de Salisbúria. Estamos em presença, de facto, de um intelectual de enorme coturno, porque ele consegue fazer transparecer a síntese ou o sincretismo de uma complexidade ideológica que caracteriza várias correntes de pensamento ao longo dos tempos.

Não há, porém, dúvida de que Anselmo de Aosta (na peugada de Santo Agostinho) tinha razão quando defendeu a ideia de que “a fé não depende da razão” e de que esta serve aquela, o que prova a perfeita compatibilidade entre a visão agostiniana e a tomista. Diz Anselmo que “creio para compreender” porque é impossível compreender sem crer. E o que é que a ciência tem a ver com este conceito?

“Compreender” tem aqui um sentido da procura da Verdade que também faz parte da ciência, e por isso é que podemos dizer que existe uma espécie de “fé científica” imanente à pesquisa científica — a fé científica que é a mais poderosa de todas porque é inconfessável. A ciência também “crê para compreender” embora a fé científica tome a Parte pelo Todo; trata-se de uma fé restrita.

Na medida em que a ciência pretende compreender o universo em que vivemos, e na medida em que, subjacente a essa pretensão de compreensão está uma “fé” a que chamamos “científica”, talvez sem querer ou sem ter disso consciência, a ciência já se encontre em contacto com a inteligência superior e divina — que não tem necessariamente que ser Deus porque “Dele não se pode dizer uma coisa nem o seu contrário” (João Escoto), mas que pode ser perfeitamente o Logos cristão, o Verbo de Filón ou o Nous e Intelecto de Plotino. E a ciência estabelece esse contacto com o divino porque quer, e esse querer tem como fundamento a vontade do Homem alimentada pela fé — neste caso, referimo-nos à “fé científica”, embora a fé possa existir nas mais variadas formas e dimensões, incluindo a fé chã das religiões políticas.

Portanto, a fé depende da vontade. Se um ser humano não possui a vontade que lhe permita interessar-se seja pelas coisas do espírito em geral, seja pelas coisas da ciência em particular, então forma alguma de consciência superior jamais o alcançará — ou pelo menos de forma a que ele disso tenha consciência.

A escolha não é feita (em termos gerais que salvaguardam as excepções) por alguém exterior ao ser humano, mas é feita por ele próprio. Para ouvir as notícias é preciso ligar o rádio (acção), mas para ligar o rádio, primeiro é preciso querer ou ter a vontade de ouvir as notícias.

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: