perspectivas

Quinta-feira, 15 Abril 2010

O stress mata

Filed under: A vida custa,cultura,Sociedade — O. Braga @ 4:27 pm
Tags: , , , ,

Vejo cada vez mais gente da classe média/alta e na casa dos quarenta anos com ameaças de AVC, estadas no hospital, e outros que vão desta para melhor. O que se passa? Não é suposto que tanta gente padeça do coração aos 40 anos… A procura do “status” social impele a sociedade de tal forma que as pessoas esquecem-se dos cuidados mais básicos e da sua auto-preservação.

Cada vez mais há gente a dormir mal as noites, ou dormem-nas à base de soporíferos, alimentam-se mal porque não sobra tempo, vivem a vida freneticamente como se o mundo acabasse amanhã e o estatuto social findasse com ele. A ambição profissional e o desejo de posse material têm limites que as pessoas já não reconhecem; e passam os primeiros vinte anos da sua vida profissional ou adulta em busca das coisas do mundo quando correm o risco de perder tudo em poucos minutos…

A vida é para ser vivida como nós a queremos viver, e não em função dos outros ou das pressões sociais. Se pelo facto de nos preservarmos das incontinências do mundo perdemos a atenção do glamour social, melhor para nós. O mundo só merece aquilo que nós lhe quisermos dar; não temos dívidas para com ele a ponto de nos suicidarmos em nome da sua glória.

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: