perspectivas

Sexta-feira, 19 Março 2010

A tentativa de politizar a educação das nossas crianças

Hoje ouvi na TSF o Sr. Albino Almeida, da Associação Nacional de Pais (ANP), em bicos-de-pés a defender o seu tacho que depende da confusão que ele próprio faz ― e fomenta na opinião pública ― entre a educação, que é essencialmente pré-política, e a política propriamente dita (a política como sendo a esfera dos assuntos humanos na pólis dos adultos). Os pais e educadores portugueses já não aturam mais as tentativas do Sr. Albino Almeida em politizar a educação das nossas crianças à custa de interesses privados e de privilégios que essa actividade política inadequada significa para o sistema de educação.

A intervenção do Sr. Albino Almeida na TSF veio a a propósito da revisão do estatuto do aluno que a ministra da educação (muito bem!) decidiu implementar tendo em vista o controlo (e não a eliminação, porque é impossível eliminar totalmente o fenómeno) do bullying. O Sr. Almeida veio com o papão do “tribunal de menores” como uma ameaça aos pais que não participam activamente na ANP, reforçando assim o poder político do Sr. Albino Almeida e os seus privilégios e prebendas decorrentes politização da educação quando esta é pré-política.

O bullying, entendido até um determinado grau e intensidade decorrente da própria competição principalmente entre crianças do sexo masculino (mas não só; também existe o bullying feminino), é perfeitamente natural. Se fôssemos a tentar eliminar radicalmente o bullying das nossas escolas, teríamos que proibir grande parte da actividade lúdica dos meninos, como por exemplo, os jogos de futebol; até um certo ponto, existem pequenas manifestações de bullying na actividade lúdica das crianças que os professores ou os funcionários da escola devem constantemente moderar. É apenas o bullying sistemático, organizado em gangs e focalizado, que deve ser punido.

Por isso, não se entende como o Sr. Albino Almeida venha à TSF com o discurso do papão do “tribunal de menores”. O que é que tem a ver o tribunal de menores com aquilo que pode ser resolvido dentro da escola? E mesmo que o bullying ocorra fora da escola (a caminho da escola ou à saída da escola), e desde que os responsáveis pela escola tenham conhecimento desses casos, a escola tem que poder vir a ter os mecanismos de autoridade que lhe permitam actuar, seja suspendendo o aluno que pratica a violência (mesmo fora da escola), seja convocando os pais do aluno prevaricador a comparecer na escola antes de aplicada a pena de suspensão ou qualquer outra punição. À escola o que é da escola, à política o que é da política.

Existe hoje a tentação irreprimível de politizar a educação das nossas crianças, e o Sr. Albino Almeida é o arauto do politicamente correcto que defende na praça pública a politização daquilo que não pertence à política propriamente dita. Países como a Suécia demonstram cada vez mais a sua tendência para-totalitária quando politizam a educação; por exemplo, os meninos suecos são hoje obrigados a urinar sentados nas sanitas como o fazem naturalmente as meninas, para não sujar os bordos das sanitas da escola ― temos aqui a evidente influência política do feminismo na educação das crianças. A verdade é que os meninos urinam de pé de forma natural, quer o politicamente correcto queira ou não.

A actividade do Sr. Albino Almeida insere-se nesta linha politicamente correcta de transformar a escola num instrumento político para-totalitário, em troca de prebendas, privilégios, viagens de avião a Lisboa e estadias em hotéis de luxo na capital (tudo pago à custa dos contribuintes) e a outorga de um estatuto pessoal que lhe permite cagar postas de pescada em tudo o que é comunicação social (vulgo “me®dia”).

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: