perspectivas

Quinta-feira, 30 Julho 2009

Maria José Morgado começa a demonstrar a perda de idoneidade para o desempenho do seu cargo

Depois da perseguição judicial a Pinto da Costa manipulada por interesses obscuros instalados na “capital-do-império-que-já-não-existe”, de que dei conta aqui, e depois de uma série de investigações policiais e julgamentos que se provaram terem sido engendrados com a própria colaboração de Maria José Morgado, esta senhora lembra-se agora de tornar a “chover no molhado”, partindo para uma nova investigação tendo como base o “diz que se disse que o outro disse”.

Maria José Morgado depende do Ministério Público que por sua vez tem alguma dependência do parlamento e do governo. Talvez tenha chegado o momento de uma limpeza na PGR; talvez tenha chegado o tempo de o mação de Rio de Ovelhas ser recambiado para as tarefas da transumância na sua terriola.

Adenda: se alguém tem dúvidas sobre a obsessão do mação de Rio de Ovelhas em relação ao FCP, vejam uma segunda notícia em apenas 24 horas.


Email me (espectivas@nullgmail.com)

%d bloggers like this: