perspectivas

Domingo, 7 Junho 2009

Uma visão esclarecedora sobre a “pessoa”

Um comentário a este postal no Fiat Lux:

1.As “infiltrações e recrutamentos cuidadosamente preparados” aconteceram também no seio do próprio clero da Igreja Católica. Por exemplo, a Teologia da Libertação é a face visível da infiltração marxista na Igreja. A infiltração gnóstica ― que inclui a Teologia da Libertação ― verificou-se mesmo no topo da hierarquia católica. Uma das tarefas mais delicadas da KGB foi (e ainda é, embora já não esteja sozinha) a de minar a ICAR.

2.Acho interessante a substituição do substantivo “indivíduo” pelo de “pessoa”, porque este último conceito apela à intersubjectividade, e portanto ao universalismo subjacente ao “princípio de identidade” do ser humano. Contudo, não podemos confundir a “pessoa” como identidade ― que é um termo jurídico, também ― com o “personalismo” de Emmanuel Mounier, que vê a “pessoa” como a vê o existencialismo, seja este agnóstico [Camus] ou cristão [Kierkegaard], e recusando o dualismo espiritualista.

3.Não há que escamotear que existem comportamentos sexuais desviantes, no sentido da patologia. O que difere na legitimidade da reivindicação do “casamento” gay em relação ao “casamento” pedófilo é a lei [Direito Positivo] que considera as crianças como sendo inimputáveis. A partir do momento em que o Direito Positivo se afasta da lei natural e admite o “casamento” gay, não há nenhum argumento que impeça que o Direito Positivo se afaste ainda mais do Direito Natural e baixe a idade de consentimento sexual a ponto de permitir o “casamento” pedófilo.
Os comportamentos sexuais desviantes não podem ser objecto de “acomodação” legal, e o acto homossexual é um comportamento desviante. Se a lei quebra este princípio ligado à lei natural, abre uma caixa de pandora que conduzirá à dissolução da sociedade ou a uma revolução radical no sentido oposto à tendência política actual.

De resto, quem diz que o “casamento gay” não mexe com a vida da sociedade, leia o artigo até ao fim. E já agora, ao votar hoje não deixe de ter em consideração esta análise.


A ler:

1 Comentário »

  1. Obrigado pela referência.
    O texto é do Pe Serras Pereira que, salvo erro, é o autor do blog http://jesus-logos.blogspot.com

    Gostar

    Comentar por Joao — Domingo, 7 Junho 2009 @ 3:39 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers gostam disto: