perspectivas

Domingo, 17 Maio 2009

O casal McCann processa judicialmente Gonçalo Amaral

Filed under: Maddie — O. Braga @ 11:15 am
Tags: , , ,

O casal McCann processa Gonçalo Amaral por difamação. Este postal será actualizado.

In a statement annoucing the defamation action, they said: “We – together with our three children Madeleine, Sean and Amelie – are taking this legal action against Goncalo Amaral over his entirely unfounded and grossly defamatory claims -made in all types of media, both within Portugal and beyond – that Madeleine is not only dead, but that we, her parents, were somehow involved in concealing her body.”

Madeleine McCann’s parents to sue former Portuguese police chief


No caso McCann vs. Gonçalo Amaral, eu penso ― e sempre pensei ― ao contrário da maioria do povo que se manifesta, porque acredito que exista uma maioria silenciosa.

Casal McCann

Casal McCann

Um casal que nunca tinha antes estado em Portugal, participa à polícia o desaparecimento de uma das suas filhas. Vem a PSP, a GNR, a PJ, que contaminam com a sua presença o local do desaparecimento da menina. Os preciosos indícios físicos no local do crime são desperdiçados e testemunhas oculares são ignoradas.

No meio de umas valentes cervejolas e whiskies sob o calor do Algarve, a equipa “científica” da PJ resolveu o problema: “meus amigos; o caso é ― e tem que ser ― igual ao ‘caso Joana’; vamos dizer que foi a mãe que matou a filha, ocultou o cadáver, e temos o problema resolvido e a nossa imagem na opinião pública está salva.”

Fazem-se testes de ADN que não são conclusivos; “mas a mãe matou a filha”. Trazem os “cães pisteiros” que “nunca se enganam”, e que ao fazerem tudo o que os donos lhes dizem para ser feito, passam a ser “cães alpisteiros”; alegadamente os cães descobrem um cheiro desagradável no carro dos McCann, como poderiam cheirar desagradavelmente em qualquer carro em que matéria orgânica (seja qual for, incluindo excreções humanas) tenham sido depositadas; “mas a mãe matou a filha”.

Sem provas e sem credibilidade, o Amaral fez-se à vida que a morte é certa, e mais valem uns tostões no bolso do que chorar pelo leite derramado: publicou um livro em que acusa explicitamente a mãe de ser responsável pela morte da filha [de ter matado a filha] e os pais de terem escondido o cadáver da menina numa terra que tinham visitado pela primeira vez e onde não tinham contactos com pessoal indígena que pudessem resultar em apoio logístico na operação de ocultação de um cadáver.

No meio disto tudo, o Amaral conseguiu transformar um caso de investigação policial fracassada e protagonizada por um polícia incompetente, numa espécie de guerra Portugal contra Inglaterra. E o povão, estúpido, alinha na jogada; e o Amaral esfrega as mãos de contente, que o livro até se vende…

Entretanto, depois de sair da PJ, o Amaral contratou um “agente de imagem” que exigia a módica quantia de 80.000 euros por cada entrevista do “génio policial”…chamem-lhe “burro”! Não há nada melhor do que uma conta bancária recheada; “com o mal dos outros podemos sempre nós”…

A acção de Gonçalo Amaral neste caso, só não é estúpida porque ele ganhou dinheiro com ela. Segundo a “Leis da Estupidez Humana” de Cipolla, o Amaral não é estúpido porque ganhou com a jogada; segundo Cipolla, o Amaral é antes o “malfeitor”, porque se aproveitou do mal dos outros para se abotoar com os proventos da venda de um livro em que acusa e julga na praça pública e sem provas nem indícios minimamente credíveis, depois de ter sido ele o responsável por uma investigação policial que se pautou pela pura incompetência.

6 comentários »

  1. E quando é que Portugal processa estes bifes de m….

    Gostar

    Comentar por Luís Bonifácio — Domingo, 17 Maio 2009 @ 11:39 am | Responder

  2. LB: não estou de acordo. Por mais bifes que sejam, têm direito a não serem acusados na praça pública sem provas. E mesmo que existam indícios, estes teriam que ser minimamente credíveis, o que não aconteceu com a publicação de um labéu acusatório sem credibilidade, e que só serviu para encher os bolsos ao escriba. Temos que ser nacionalistas dentro da razão, e não só na paixão.

    Gostar

    Comentar por O. Braga — Domingo, 17 Maio 2009 @ 1:07 pm | Responder

  3. Penso precisamente do mesmo modo. O livro já deu de ganhar ao autor a muitos outros parasitas. Recenetemente vinha com um jornal em edição rasca mas que custava 6,95 euros. Para se ter a noção do «roubo», a revista Visão traz livros bons a 1,5 euros.

    Gostar

    Comentar por Henrique — Domingo, 17 Maio 2009 @ 5:40 pm | Responder

  4. O.Braga & Henrique :
    OK !!!
    um grande abraço
    henrique

    Gostar

    Comentar por augusto santos — Segunda-feira, 4 Janeiro 2010 @ 7:33 pm | Responder

  5. No crime de tortura da LEONOR , mãe de JOANA ,Gon-
    çalo Amaral foi condenado a pena de prisão , em cuja
    sentença se lê : “ particularmente grave em pessoas que têm por objectivo combater o crime “ .
    Contra Gonçalo Amaral pendem processos crime por
    violação do segredo de justiça e falsificação de docu-
    mentos e crime de tortura de João , irmão de Leonor .
    Ainda com processos disciplinares .
    Os procedimentos judiciais dos McCanns contra Gon-
    çalo Amaral , estão correctos e têm suporte constitu-
    cional e legal .

    Gostar

    Comentar por llaaeell — Quinta-feira, 11 Fevereiro 2010 @ 1:07 am | Responder

  6. já viram isto ? http://www.asmeninasquevieramdasestrelas.com/index.html/ http://www.zshare.net/download/68611337747aaed2/ É preciso não ter vergonha . Já lá dizia um colunista anti-salazarista que este havia castrado os portugueses ! Será verdade ? Lá que eles papam sem digerir tudo o que a TV e os politicos lhes vendem é verdade !!! Já o professor americano diz que os miolos deles se estão transformando em
    banha de cobra !…ou de porco ???
    O livro A Verdade da Mentira de Gonçalo Amaral , vingativo confesso , incompetente , reformado antecipado para fugir à punição disciplinar pela condenação de ano e meio de prisão relativamente às torturas de Leonor(mãe da desaparecida Joana)que -independentemente da sua culpabilidade material- que num país civilizado seria inocente por causa das incompetências verificadas na investigação , inquerito e julgamento !!!
    Já não sei o que é mais vergonhoso se o que Leonor eventualmente fez(que não está provado) ou se o que o sistema policial e judiciário fez (e isto está provado) ??? O livro AVM é um insulto à INTELIGÊNCIA de quem a tem . Melhor dito , AVM significa a Verdade da Mentira Gonçaliana, que se locupletou à custa da desgraça alheia para andar a comprar brincos , jaguares e andar a roubar a mulher do próximo (porque lhe fizeram o mesmo ? ) -o que é pecado mortal . Verdade …

    Gostar

    Comentar por augusto santos — Quinta-feira, 25 Março 2010 @ 5:18 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: