perspectivas

Sexta-feira, 15 Maio 2009

A taxa de desemprego não é aquela que o Estado-PS anuncia

Filed under: economia,Portugal — O. Braga @ 2:16 pm
Tags: , , , ,

Soube-se hoje de que desde o princípio do ano (2009) fecharam em Portugal mais de 20.000 empresas. É certo que muitas destas empresas são micro ou pequenas empresas, mas temos que considerar este número no universo de uma população activa de cerca de 5,5 milhões, dos quais 800 mil são funcionários públicos, o que dá uma população activa ligada à economia privada de cerca de 4,7 milhões de cidadãos.

Os números oficiais do desemprego divulgados hoje são de 8,9%, mas nós sabemos todos como o partido socialista aldraba os números e como o sistema está montado para que os desempregados ― que não recebam o subsídio de desemprego ― sejam colocados fora do sistema estatístico. A minha intuição é a de que pelo menos devemos considerar sempre mais 1% do que os números oficiais, para além de que os números partem da premissa de uma população activa de 5.528.000, quando se retirarmos os 800 mil empregados do Estado que têm [até agora] garantias adicionais de segurança de emprego, o que não acontece na economia privada.

Se retirarmos 800 mil [funcionários do Estado] a 5,528 milhões [total da população activa], chegamos a um número de 4,728 milhões de cidadãos da população activa ligados à economia privada; se considerarmos a relação entre 492 mil desempregados reconhecidos oficialmente como tal, e os 4,728 milhões, temos um rácio realista de 10,4% de desempregados; se lhe somarmos as franjas dos desempregados que se encontram no limbo do sistema, aqueles que são eliminados sistematicamente pelo Instituto de Emprego só porque não respondem atempadamente a um postal trimestral que lhe é enviado para casa, e a outros que nem sequer se dão ao trabalho de se registarem no IEFP, não será preciso muita imaginação para chegarmos aos 11% de taxa de desemprego neste momento.

Entretanto, Cavaco Silva diz na Turquia que o Euro é uma maravilha, quando as economias de leste sobrevivem melhor do que a portuguesa com a desvalorização das respectivas moedas em tempo de crise.

E depois, a demagogia dos me®dia e dos políticos falam sistematicamente no caso da Islândia que “se ajoelha perante o Euro”, ao mesmo tempo que se esconde das massas a realidade insofismável de que a Islândia é um país com menos gente do que Vila Nova de Gaia.

1 Comentário »

  1. […] escrevi este postal, ainda não tinham descoberto os 15 mil desempregados “deletados” do sistema, nem se tinha […]

    Gostar

    Pingback por Números do desemprego: comprovada a máfia socialista « perspectivas — Terça-feira, 19 Maio 2009 @ 6:44 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

AVISO: os comentários escritos segundo o AO serão corrigidos para português.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: